Curso de Sabonete Artesanal Grátis

Mais de 1700 moradores de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, são alunos dos Cursos de Cultura Popular oferecido pela Fundação Cultural Jornalista…

Por Redacao em 11/07/2011

Mais de 1700 moradores de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, são alunos dos Cursos de Cultura Popular oferecido pela Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). Entre as várias opções, que estão com vagas abertas e são gratuitas, está o curso de Sabonete Artesanal. Mais do que uma forma de fugir do estresse da rotina e aprender uma nova arte, o curso de Sabonete Artesanal é uma ótima possibilidade profissional, seja para garantir uma renda extra ou investir em um negócio próprio.

O curso de Sabonete Artesanal é ministrado no Palácio de Cultura de Campos, onde os interessados devem fazer a matrícula. Os Cursos de Cultura Popular já são tradição na cidade e acontecem desde 1989, trazendo novas oportunidades de geração de renda. Se você tem interesse em aprender mais sobre a técnica de como fazer sabonetes artesanais, não perca tempo e matricule-se já.

Antes mesmo de começar o curso, o aluno já pode começar a se organizar para montar seu próprio negócio. Uma boa dica é a opção pelo Microempreendedor Individual, uma forma de regularizar a atividade de trabalho através do pagamento de taxas mais baixas de impostos. O Governo Federal tem incentivado os trabalhadores autônomos que realizam atividades específicas a se inscreverem nesta forma de registro, com o objetivo de diminuir a informalidade.

Com qualificação profissional e um registro de Microempreendedor Individual, o curso de Sabonete Artesanal pode ser o início de uma nova vida para os participantes.

Para tirar dúvidas sobre as inscrições, a forma de seleção e a matrícula, compareça pessoalmente no seguinte endereço:

Palácio da Cultura
Praça da Bandeira, s/n
Telefones: (22) 2722.8844 / (22) 2733.4230

Microempreendedor Individual

De acordo com o Portal do Empreendedor Individual, do Governo Federal, um Microempreendedor Individual se encaixa na categoria de Empreendedor Individual é o profissional que trabalha por conta própria e formaliza sua atividade como um pequeno empresário. Para isso, é preciso que o faturamento anual não ultrapasse os R$ 36.000,00 – ou R$ 3.000 mensais – e que a atividade exercida se encaixe na relação dos códigos CNAE pemitidos na opção do Simples Nacional. Exemplos dessas atividades são Comércio em geral, Indústria em geral (com algumas exceções) e serviços de natureza não-intelectual sem regulamentação legal, como lavanderia, salão de beleza, chaveiros e agências de viagem. Além disso, o microempreendedor individual deve ter somente um funcionário, que deve ser registrado e receber salário mínimo ou o piso para a categoria.

As unidades regionais do Sebrae são capacitadas para oferecer mais informações sobre as formas de se tornar um microempreendedor individual. Para entrar em contato com o Sebrae do Rio de Janeiro, acesse o site institucional: http://www.sebraerj.com.br . O Governo Federal também esclarece dúvidas em um portal voltado exclusivamente para o Empreendedor Individual. Lá, o internauta pode acessar informações como as formas de inscrição, os benefícios, os valores, a legislação e, ainda, como obter ajuda: http://www.portaldoempreendedor.gov.br.

Top