Curiosidades sobre o cavalo marinho

A natureza está repleta de animais fascinantes que mostram diversas formas de viver. Um dos animais que fascinam a todos, principalmente a criançada, é…

Curiosidades sobre os cavalos marinhos (Foto:Divulgação)

A natureza está repleta de animais fascinantes que mostram diversas formas de viver. Um dos animais que fascinam a todos, principalmente a criançada, é o cavalo marinho, mas ele está ameaçado de extinção. Apesar de seu formato que lembra a de um cavalo (por isso o nome), ele é considerado um peixe e apresenta algumas manias e hábitos um tanto curiosas.

Fisicamente, ele apresenta características parecidas com os camaleões, por exemplo, mudar de cor para se camuflar e se esconder, além de ter a capacidade de mexer os olhos independente um do outro. Dentre outras táticas de sobrevivência,  está a incrível capacidade de olhar para dois lugares ao mesmo tempo. Eles também nadam com o corpo na posição vertical e conseguem movimentar rapidamente as barbatanas.

Cavalo marinho gestante (Foto:Divulgação)

Em seu cardápio estão os pequenos moluscos, vermes, crustáceos e plânctons que são sugados por ele. Em sua alimentação, ele apresenta uma particularidade muito interessante; não vai atrás do próprio alimento. O cavalo marinho prende-se com a ponta da cauda em plantas do fundo do mar e espera o alimento chegar até ele. Paciente? Bom, ele seria uma ótima presa ao invés de predador, por ser muito pequeno e frágil e por possuir uma única tática de ataque e defesa, esconder-se.

O ritual de acasalamento dos cavalos marinhos, que acontece durante a primavera é bem divertido, os machos dão cambalhotas e mais cambalhotas junto com as fêmeas. A fêmea coloca diversos ovos, os quais o macho fertiliza e posteriormente guarda em uma bolsa na base da cauda. Ele é responsável por cuidar dos filhotes durante toda a “gestação”.

Após dois meses, os ovos rompem-se e o macho faz violentas contorções para que os filhotes possam ser expelidos. Os filhotes assim que nascem são praticamente transparentes, medem pouco mais de um centímetro e nadam rapidamente para a superfície para encher suas bolsas de ar.

Cavalo marinho (Foto:Divulgação)

Durante quarenta e cinco dias, o pai é responsável pela alimentação dos pequeninos e após esses dias, os cavalos marinhos já podem ser chamados de adultos e são responsáveis por sua própria alimentação e cuidados. Lembrando que um cavalo marinho vive em média cinco anos.

Continuar Lendo  Por onde andam os atores do filme As Patricinhas de Beverly Hills

Esses pequenos seres possuem histórias mitológicas com o Deus Grego dos mares e tem o nome científico por causa dessas histórias. Eles também são usados na ornamentação de aquários e em pesquisas na área da medicina. Pena estarem ameaçados de extinção.

Top