Cura para bebê com AIDS

A possível cura de um bebê infectado pelo vírus HIV nos Estados Unidos, com uso de remédios comuns tem proporcionado novas esperanças para acabar…

A possível cura de um bebê infectado pelo vírus HIV nos Estados Unidos, com uso de remédios comuns tem proporcionado novas esperanças para acabar com a AIDS infantil em todo o mundo. Porém, os cientistas enfatizam que isso depende de novas pesquisas e de diagnósticos bem detalhados. Saiba mais sobre a cura para os bebês com AIDS.

Cientistas acreditam ter descoberto a cura para AIDS em bebês. (Foto: divulgação)

Menina é curada de AIDS

Uma menina nasceu infectada pelo vírus HIV e começou a ser tratada logo após o parto, fazendo o tratamento por 18 meses. A moradora do Mississipi, segundo a pesquisadora Deborah Persaud (Universidade de Johns Hopkins), está sendo considerada curada.

O pesquisador Steven Deek (Universidade da Califórnia, que participa da conferência) acredita que colocar um bebê infectado sob o uso de medicamentos antirretrovirais logo após o parto, faz com que se torne possível prevenir ou acabar com a infecção, curando o bebê.

O caso se tornou um grande avanço na busca pela cura dos bebês infectados com HIV durante o nascimento. Porém, os pesquisadores ressaltam a necessidade de um diagnóstico mais precoce, um processo que pode durar em torno de 6 semanas.

Pesquisadores americanos estão investindo na cura para AIDS em bebês. (Foto: divulgação)

Veja também mitos e verdades sobre a AIDS 

Coquetel antirretroviral

Possivelmente, este será o segundo caso documentado de um paciente que consegue eliminar o vírus HIV, isso se a menina permanecer saudável. No ano de 2007, tivemos o primeiro caso do americano Timothy Ray Brown, onde sua cura foi obtida através do tratamento para leucemia, envolvendo destruição da imunidade e transplante de medula de um portador de mutação genética rara, do qual era resistente ao vírus.

Leia Também:  Decoração casas de praia 2016

No caso da menina do Mississipi, foi utilizado um coquetel de drogas, chamado de terapia antirretroviral, que atualmente é usada para tratar essa infecção nas crianças. O tratamento imediato mostra que o vírus foi aniquilado antes que pudesse se instalar e se esconder no organismo, nos chamados reservatórios de células dormentes.

O tratamento das mães portadoras do vírus antes da realização do parto é a atualmente a melhor maneira de prevenir que o bebê seja infectado. Segundo especialistas, atualmente nascem cerca de 100 a 200 bebês soropositivos nos Estados Unidos. Estima-se também que nascem aproximadamente mil infectados por dia em todo o mundo.

A terapia antiretroviral está sendo usada na cura para AIDS em bebês. (Foto: divulgação)

Veja também EUA aprovam novo remédio contra AIDS 

A AIDS é um problema que acomete muitas pessoas em todo o mundo. A transmissão do vírus da mãe para o bebê durante o nascimento tem sido estudada na busca pela cura. Com a recente descoberta da possível cura para o problema, novas expectativas surgem para erradicar a AIDS em crianças.

Top