Cuidados Necessários para o Uso de Colírio

O que parece inofensivo pode ser extremamente perigoso. O colírio é usado indevidamente por muitos, pois ele traz efeitos depois de um bom tempo…

O que parece inofensivo pode ser extremamente perigoso. O colírio é usado indevidamente por muitos, pois ele traz efeitos depois de um bom tempo de uso. Devido à isso, os seus usuários não percebem e muitas vezes nem acreditam nos efeitos que ele pode trazer. Assim como todo medicamento, o uso excessivo do colírio traz efeitos colaterais prejudiciais a saúde ocular, alguns mais leves outros mais sérios. A automedicação deve ser evitada, que é o que acontece na maioria dos casos. O produto alivia a irritação nos olhos, mas deve ser usado com cautela.

 

O problema é que ele é usado como uma aguinha que alivia o desconforto nos olhos, mas muitos esquecem que é um medicamento, como qualquer outro e, sendo assim, possui um principio ativo. No verão, por exemplo, devido o aumento da frequência em praias, piscinas, aumento de casos de conjuntivite e irritações oculares, a automedicação do colírio é ainda maior. Existem cuidados com o uso de colírio que devem ser respeitados e levados a sério. O mesmo acontece com o uso do descongestionante nasal. Acaba virando um vicio que traz sérias consequências para a parte tratada.

 

Quem abusa desses produtos pode sofrer com doenças graves, como glaucoma e até catarata precoce. Existe um colírio para cada tipo de problema e a quantidade a ser usada deve vir de uma prescrição médica. Até mesmo os colírios para conjuntivite devem ser usados corretamente. Como a doença acaba trazendo um forte desconforto ao longo do dia, os pacientes acabam pingando o colírio inúmeras vezes ao dia, o que é totalmente errado. Ele deve ser aplicado apenas em alguns momentos, e esses devem ser determinados pelo especialista.

Leia Também:  Exercícios físicos em casa: dicas, cuidados

 

Muitos são os que pesquisam sobre como usar colírio. Como já foi dito, ele deve apenas ser usado sob prescrição médica e na medida indicada pelo mesmo. Existe o colírio mais simples que é o que alivia as irritações diárias, o anestésico, o antialérgico, o para conjuntivite, para doenças especificas e até mesmo para clarear os olhos, muito usado em maquiagem. Ele clareia a parte branca dos olhos e também dilata a pupila. Assim como qualquer outro, esse colírio também deve ser usado na dose certa.

 

Existem muitas desvantagens do colírio. Há também o colírio vasoconstritor, que serve para tirar o vermelho dos olhos. Esse é um dos que mais é usado sem precaução alguma e em doses cavalares. Ele apenas mascara a vermelhidão. É preciso descobrir o motivo da irritação e tratar da maneira correta. Evite o uso desses colírios e consulte um especialista no assunto antes de comprar o produto. Eles são vendidos sem receita médica e estão cada vez mais entre os medicamentos mais usados pela população, o que não é nada bom.

 

Uma vez aplicado nos olhos, o colírio segue em direção ao nariz e acaba sendo absorvido pelo organismo. Isso pode provocar reações adversas em todo o corpo. Cuidado! O uso excessivo e sem dosagem certa pode causar até a cegueira. Se você já usa, procure um médico para examinar a sua saúde ocular e lhe passar um tratamento adequado.

 

 

 

Top