Cuidados necessários para correr na praia

Verão é sinônimo de sol e não há quem resista a ideia de passar alguns dias no litoral. Ou, para os sortudos que moram…

Por Editorial MDT em 18/02/2012

Verão é sinônimo de sol e não há quem resista a ideia de passar alguns dias no litoral. Ou, para os sortudos que moram próximos a praia, nada como aproveitar os dias lindos da estação do calor para correr. Considerada um exercício completo, a corrida não apenas trabalha uma série de grupos musculares, queimando gordura e enrijecendo músculos, como também fortalece os pulmões, trazendo benefícios respiratórios para quem tem problemas alérgicos como asma ou bronquite.

Quer coisa melhor do que emagrecer e ainda cuidar da saúde? Porém, como toda corrida ao ar livre, alguns cuidados são necessários na hora de aproveitar a orla para aquela corridinha sem quaisquer riscos a sua saúde.

Alongar e aquecer sempre

Um dos primeiros cuidados necessários para a prática de qualquer exercício físico, o aquecimento com alongamento muscular é o cuidado essencial, mas o primeiro a ser ignorado na hora da corrida.

Alongar ajuda a evitar distensões e prepara o corpo para todo o trabalho muscular que irá ter. Em todo exercício o alongamento é uma exigência pré e pós treino, mas devido a consistência da areia, a exigência do corpo é maior, portanto a necessidade de alongar a musculatura também é.

Não esqueça o protetor solar

Com a pele não se brinca, principalmente quando existe sol envolvido. A exposição constante aos raios UV causam danos a saúde da sua pele, entre esses danos estão manchas, envelhecimento precoce, ressecamento, queimaduras que podem chegar até mesmo ao terceiro grau, chegando até ao desenvolvimento de câncer de pele, por isso não esqueça do protetor solar.

Também conhecido como bloqueador, ele serve para prevenir a grande maioria dos males causados pela radiação, que passa pela camada de ozônio, hoje em dia já tão deteriorada.

Proteja a cabeça e os olhos

Muitas pessoas se esquecem que, ao correr, principalmente em dias de sol, cuidados com a cabeça e os olhos devem ser tomados. Chapéus devem ser usados, uma vez que é inviável proteger o topo da cabeça com bloqueadores, assim como os olhos, uma das áreas mais sensíveis de toda a anatomia humana.

Vale lembrar que quanto mais claros os olhos, maior a necessidade de proteção, porém olhos escuros não estão isentos dos danos causados pela radiação e excesso de luminosidade. Entre os problemas visuais causados pelos raios ultra violeta estão a perda da acuidade visual e dores de cabeça, devido a função neuro-ocular. Já que os olhos são ligados diretamente ao cérebro.

Prefira terrenos planos, fuja das inclinações

Inclinações podem causar lesões e danos musculares. Em muitas praias, principalmente as de tombo, as inclinações não apenas existem, mas tornam as corridas não recomendadas. Terrenos planos beneficiam a corrida.

Se não tiver opção de correr em um terreno plano, ou praticamente reto, esqueça as corridas na areia e prefira os calçadões, afinal, a corrida não vale a saúde de seus joelhos.

Tênis o calçado ideal

Apesar de muitas pessoas torcerem o nariz para a mistura de tênis e areia, não há alternativa mais saudável. Terra batida não amortece o impacto nos músculos e articulações. Isso aumenta radicalmente as chances de inflamação e tendinite, principalmente nas plantas do pé, como a areia é consideravelmente fofa, diminui os riscos de inflamação, mas aumenta os riscos de torções por ser um terreno menos estável. Isso tudo além dos riscos de sujeiras que podem causar doenças, como o caso de fezes de animais, ou machucados, como pedaços de vidro, pedra ou plástico.

Portanto, correr descalço não é uma solução viável, e suas articulações agradecerão o sistema de amortecimento de impacto dos tênis próprios para exercícios. Evite tênis do tipo converse exatamente pelo alto impacto nas articulações, devido ao solado plano. Tênis com gel ou sistema de molas são os ideais. Os tradicionais “tênis de corrida”.

Se mantenha sempre hidratado

Apesar do frescor da brisa do mar, como em qualquer tipo de exercício, principalmente aqueles praticados ao ar livre, onde há exposição ao sol, é necessário se manter sempre hidratado.

Duas das opções disponíveis são a clássica água, que faz bem a toda hora, e os isotônicos, que como são a base de soro, reidratam com maior rapidez. Porém alguns problemas de saúde tornam o consumo de isotônicos inviável (como diabetes ou problemas renais), além do sabor, que não agrada a todos. Então na dúvida, vá de água. E o mais importante, beba sempre que tiver sede.

Vale lembrar que os melhores horários para qualquer tipo de corrida são antes das 10 h e após as 16 h, pois nesse intervalo não recomendado, o sol se torna muito forte. O chamado Sol a pino.

Agora que já sabe todas as precauções necessárias, aproveite o verão para se exercitar, afinal, exercício e saúde são companheiros e todo mundo quer emagrecer sem perder a saúde.

Top