Cuidados necessários na hora de trocar de carro

Que o brasileiro é apaixonado por carro isto já sabemos. No entanto, o que muitos ainda não sabem é como proceder e quais os cuidados devem ser tomados na hora de efetuar a troca. Geralmente, a falta de experiência é o principal fator […]

A compra de um bem de custo elevado é algo que sempre deve ser feito com muito cuidado, análise e atenção redobrada. Os prejuízos causados por um negócio mal feito podem acarretar em uma série de outros problemas que podem levar anos para serem solucionados.  Assim ocorre com a compra ou troca de uma casa ou até mesmo um carro; bens que duram toda uma vida e são de grande utilidade na sociedade moderna.

Que o brasileiro é apaixonado por carro isso já sabemos. No entanto, o que muitos ainda não sabem é como proceder e quais os cuidados devem ser tomados na hora de efetuar a troca. Geralmente, a falta de experiência é o principal fator. Outra coisa: Quando alguém resolve comprar o primeiro carro, a opção não é um 0 Km, mas um veículo usado visto que, além de ser menos burocrático, é mais econômico. Para se fazer a troca por outro já utilizado, alguns cuidados devem ser tomados. Caso contrário, os riscos de prejuízos serão constantes. Por isto, fique atento as informações que se seguem:

– É preciso observar o estado real do veículo. Este é o primeiro passo. Verifique o estado do motor, lanternas, freios, bateria e quilometragem. Salientamos que estes itens podem comprometer não apenas a segurança na negociação, mas também a própria segurança do condutor.

– Antes de analisar o carro que deseja trocar, é preciso ter em mente qual o local da negociação a fim de detectar os riscos e vantagens.

– Se a troca for feita em uma concessionária, você não deve verificar apenas as formas de pagamento, mas a credibilidade e a transparência na negociação. Já para a troca direta (a negociação é diretamente com o dono do veículo) os cuidados devem ser bem maiores.

Continuar Lendo  Piercing - Dicas, Cuidados e Algumas Fotos Interessantes

– As ofertas do mercado são inúmeras. No entanto, é preciso analisar se o preço do carro está compatível com o seu valor de mercado levando-se em conta o ano de fabricação, quilometragem, cor, quantidades de revisões já realizadas, os itens opcionais como vidro e travas elétricas, direção, alarme, som, além da marca do automóvel. Isto tudo é ponto importante na negociação.

– Depois de analisar os itens que citamos, você precisa obter informações acerca do estado do carro junto às leis competentes. Observe se o veículo possui alguma multa (caso possua é preciso conferir todas). Veja se as documentações estão em dia como IPVA, emplacamento, etc. Isto é fundamental para quem deseja trocar o carro e não ter problemas futuros. Geralmente, muitas pessoas vendem carros usados muito bem conservados, mas a intenção de passá-los adiante é devido a problemas na documentação.

– Um veículo com um valor de multas elevadas pode representar uma queda de preço na hora da negociação, o que pode ser uma vantagem desde que o próprio dono quite as dívidas com o valor pago pelo carro.

Trocar de veículo é uma boa opção para quem quer economizar ou se você ainda não tem condições de comprar um novo. Mas, toda essa vantagem deve passar por uma análise apurada a fim de que a compra seja algo positivo e jamais negativo.

Top