Cuidados na hora de escolher um veterinário

Quem já tem um animalzinho de estimação ou está pensando em adquirir um, deve saber que os bichinhos são como os humanos. A vida…

Quem já tem um animalzinho de estimação ou está pensando em adquirir um, deve saber que os bichinhos são como os humanos. A vida deles não se resume à alimentação e um passeio, de vez em quando, conforme muitos pensam. Os animais também têm problemas de saúde. Além de doenças que possam aparecer ou acidentes, a escolha de um bom veterinário também é importante para que todas as medidas de prevenção sejam tomadas. Em qualquer dos casos, o profissional irá cuidar do pet e orientar seus donos, em relação à saúde do bichinho, desde os seus primeiros dias de vida. Os animais, tal como os humanos, precisam de bons profissionais, para a preservação de sua vida.

Os animais precisam de bons veterinários, tal como os humanos de bom médicos (Foto: Divulgação)

Já que os animais não sabem decidir quem vai cuidar deles (eles só escolhem quem vão amar), cabe aos donos tomar alguns cuidados na hora de escolher um veterinário. Ao contrário do que muitos pensam, os animais não podem ser dados às mãos de qualquer um, especialmente se estiverem sofrendo com algum problema específico. Outro ponto importante (e que muitos não se dão conta) é que os pets também necessitam de visitar regulares ao médico, assim como os humanos. É bom lembrar que eles não sabem falar. Se estiverem com algum problema, imperceptível aos olhos do dono, somente um bom veterinário o poderá saber.

Como escolher o veterinário

Quem nunca teve um pet e não tem familiaridade com os profissionais existentes em sua cidade, deve começar por uma pesquisa atenciosa. É importante conseguir informações sobre este ou aquele veterinário, por meio da opinião de amigos e parentes. Somente as pessoas que já têm animais de estimação poderão indicar alguém competente. O ideal é ouvir diferentes relatos sobre tal ou qual profissional. Durante a pesquisa, é válido, também, visitar diferentes clínicas veterinárias e avaliar qual delas lhe pareceu melhor. Bons veterinários mantêm seu local de trabalho limpo e organizado. Também é importante que a pessoa peça para conhecer a área onde ficam os animais, verificando se estes são, realmente, bem cuidados. Além disso, vale a pena observar como o veterinário trata seu pet, caso já tenha optado por uma consulta. Veja se ele realmente ama os bichinhos ou, simplesmente, trabalha por dinheiro.

Um bom veterinário trata seus pacientes com carinho (Foto: Divulgação)

Cuidados ao escolher veterinário, em casos de cirurgia

Este é um dos pontos mais importantes. Se o animal está com um problema que exige cuidados veterinários especializados, deve-se verificar se o profissional é, realmente, qualificado para os procedimentos necessários. Há inúmeros “picaretas”, espalhados por aí, que se dizem aptos a fazer determinadas cirurgias. Portanto, o ideal é não ter vergonha alguma e pedir, educadamente, para ver o currículo do veterinário, seus diplomas, etc. Se ele for um bom profissional, comprometido com a ética que sua função exige, não se ofenderá em comprovar sua aptidão; pelo contrário, ficará feliz e orgulhoso.

O veterinário que sabe o que faz, tem orgulho de mostrá-lo (Foto: Divulgação)

Com estas simples dicas e muita atenção, é possível saber como escolher um bom veterinário e, assim, entregar em suas mãos os cuidados com a vida de seu animalzinho.

Continuar Lendo  Pet que mais combina com seu signo

Seu pet está nos primeiros dias de vida? Então, leia: Vacinas obrigatórias de cães e gatos 

Seu cão já é idoso? Saiba como cuidar dele: Cães idosos – cuidados, como lidar

Conheça os males que acometem os gatos: As doenças mais comuns em gatos

 

Top