Cuidados na decoração para quem tem alergia

Quando um morador possui algum tipo de alergia é necessário tomar cuidados na hora da decoração e manter os ambientes residenciais sempre higienizados. O…

Quando um morador possui algum tipo de alergia é necessário tomar cuidados na hora da decoração e manter os ambientes residenciais sempre higienizados. O acúmulo de ácaro e poeira é um verdadeiro vilão para os alérgicos, por isso recomenda-se usar peças decorativas que não favoreçam esse tipo de problema.

Pessoas que sofrem de rinite, asma e bronquite devem contar com uma decoração sob medida, para conseguir viver tranquilamente na residência. A preservação dos cômodos vai levar em conta, ainda, a limpeza e a escolha dos materiais que serão usados na hora de decorar a casa. Escolher com cautela os móveis e acessórios da casa de um alérgico não significa menos capricho na hora de planejar a decoração, muito pelo contrário.

As crises alérgicas podem ser evitadas quando a casa dispõe de ambientes limpos e arejados. Cada cômodo possui suas necessidades quanto à mobília e acessórios, mas tudo pode ser adaptado às necessidades do indivíduo que sofre de algum tipo de alergia. Na hora de fazer a faxina, deixe a vassoura de lado e use o pano molhado para remover a sujeira do chão e dos móveis.

Quanto menor o número de elementos decorativos no ambiente, menor a quantidade de pó impregnada. Por isso, é recomendado usar poucos enfeites na decoração e, quem sabe, se apropriar de uma proposta minimalista para diminuir os estímulos das crises alérgicas.

Decoração sob medida para alérgicos

– Tapetes: os modelos de pelo curto são os mais indicados para decorar quartos e salas. Eles conseguem renovar o visual da casa sem intensificar a alergia, são fáceis de limpar e combinam com todos os estilos de decoração.

– Revestimento: por muito tempo o carpete foi considerado o vilão dos alérgicos, isso porque ele acumula poeira e causa sérias reações alérgicas. Porém, os fabricantes do produto estão incorporando novas tecnologias para retomar o uso e conquistar novos mercados. Os materiais que estão sendo usados na confecção dos novos carpetes são as fibras sintéticas, normalmente, fáceis de limpar e que não causam crises de alergia. Apesar da possibilidade, prefira ainda revestir o chão com cerâmica, porcelanato ou piso laminado.

Continuar Lendo  Monovin A para crescer o cabelo, funciona?

– Cortinas: Evite as cortinas pesadas de tecido, porque elas acumulam poeira e são difíceis de limpar. As persianas de PVC, madeira ou bambu costumam funcionar bem nos ambientes residenciais, ou seja, facilitam a limpeza e fazem um perfeito controle da entrada de luz no espaço. No caso de cortinas de pano, prefira aquelas confeccionadas com tecido leve e sem forro.

– Roupa de cama: prefira as peças com efeito antimicrobiano, que evitam a proliferação de fungos e bactérias. A cada nova estação tenha o cuidado de trocar todas as peças e siga diariamente uma rotina de limpeza. Prefira modelos de colchas finas para facilitar a lavagem. Para impedir a ação dos ácaros, use capas de tecido antialérgico.

O que deve ser evitado na casa do alérgico?

– Bichinhos de pelúcia;
– Estante com livros velhos;
– Paredes com mofo;
– Móveis de madeira maciça;
– Prateleiras sobre a cama;
– Muitos enfeites sobre os móveis;
– Lustres detalhados que acumulam poeira.

Top