Cuidados na compra de imóveis em leilões

A compra em leilões representa uma nova tendência do mercado imobiliário. Através desse sistema as pessoas conseguem aproveitar vantagens exclusivas com relação aos preços…

Por Isabella Moretti em 25/11/2011

A compra em leilões representa uma nova tendência do mercado imobiliário. Através desse sistema as pessoas conseguem aproveitar vantagens exclusivas com relação aos preços e fechar um bom negócio. Fazer pesquisas e avaliar se as propostas são realmente boas, são dois fatores essenciais para os participantes de um leilão de imóveis.

As casas e apartamentos leiloados podem chegar a custar 50% a menos do valor original, isso dependerá das ofertas realizadas. As oportunidades oferecidas para a compra de imóveis são favoráveis em todos os aspectos, ou seja, satisfaz a relação de custo/benefício. Ao fechar um negócio, as condições de pagamento também tendem a ser gratificantes dependendo da proposta de financiamento da instituição financeira.

Antes de comprar imóveis em leilões, é necessário tomar alguns cuidados para não cair em golpes ou ser prejudicado com o novo investimento. Confira:

1. Avalie se a concorrência vale à pena: como qualquer leilão que se preza, ele se desencadeia com lances em diferentes valores e as condições precisam ser viáveis para o orçamento do comprador.

2. Procure checar a situação do imóvel: antes de comprar uma casa ou apartamento, é importante verificar se a propriedade ocupada tem um processo em andamento na Justiça. Em muitos casos, o novo dono acaba perdendo o patrimônio porque o antigo proprietário conquista vitória judicial.

3. Responsabilidades do comprador: o novo proprietário do imóvel precisa estar ciente dos seus compromissos, como por exemplo, o pagamento do condomínio e do IPTU. A família que ocupa a propriedade penhorada precisa ser retirada e cabe aos novos compradores arcar com as despesas.

4. Considere os pontos do leilão: leve em conta a comissão do leiloeiro, as taxas de registro e imposto. Fique atento aos preços muito baixos, afinal, eles podem significar pendências judiciais ou irregularidades que necessitam de avaliação.

5. Faça uma visita ao imóvel antes de fechar negócio: com a internet sendo adotada como ferramenta de busca em leilões de imóveis, é importante verificar se o negócio imobiliário não se trata de uma fraude.

6. Confie na empresa que leiloa os bens: além de estar devidamente registrada a Junta Comercial, ela também deve oferecer segurança ao comprador e esclarecer as principais dúvidas. Pela Caixa Econômica Federal é possível usar o dinheiro do FGTS e o sistema de financiamento para a aquisição do imóvel por leilão.

7. Informe-se para fazer uma boa compra: faça uma vistoria no imóvel, conheça as condições de pagamento e anote os números dos lotes que demonstra interesse.

Top