Cuidados e perigos ao furar piercing

Os percings são acessórios muito utilizados por pessoas de todas as idades. Porém, eles podem ser perigosos quando colocados em áreas cartilaginosas, úmidas e…

Os percings são acessórios muito utilizados por pessoas de todas as idades. Porém, eles podem ser perigosos quando colocados em áreas cartilaginosas, úmidas e quentes. Saiba mais sobre o assunto e confira os cuidados e perigos ao furar piercing.

Os piercings devem ser higienizados corretamente para evitar infecções. (Foto: divulgação)

Piercings e saúde

Os acessórios perfurantes fazem parte da tradição de diversas culturas, como dos indígenas e punks do mundo todo. Os piercings atuam como enfeites para seduzir, comunicar algo que não pode ser dito em outras linguagens e também denotam rebeldia e transgressão. Assim como as tatuagens, os piercings são representados de diferentes formas pelas pessoas.

Algumas recomendações são essências antes, durante e após a colocação dos piercings para evitar as infecções e os famosos queloides. Há um tempo, uma britânica de 34 anos morreu por infecção generalizada dois dias após colocar o piercing na língua. Para evitar problemas como esse, é importante ficar atento para os riscos desse acessório.

Os materiais usados para furar o piercing devem ser estéreis. (Foto: divulgação)

Veja também piercing no umbigo dói muito 

Cuidados e perigos ao furar piercing

1. Os menores de 18 anos só podem colocar o piercing se tiverem autorização dos pais ou responsáveis. Outra contraindicação é fazer o procedimento em pessoas que estão fragilizadas por qualquer tipo de doença, especialmente as dermatológicas ou diabetes;

2. Escolher um lugar seguro e um bom profissional é essencial para colocar o piercing. O local deve obedecer alguns critérios de higiene, como a utilização de materiais estéreis e descartáveis;

3. O material do piercing não deve ser qualquer um. Os mais indicados são de aço cirúrgico, titânio e ouro branco, já que oferecem menor risco de infecções. Não adianta comprar peças muito baratas, pois não são tão seguras. Além disso, cada local a ser perfurado tem um tipo de jóia ideal, devem-se obedecer as recomendações de uso;

Continuar Lendo  Principais causas de queda de cabelo: quais são

4. Depois de alguns dias da colocação do piercing, a dor, o sangramento e secreção devem desaparecer. É importante ficar atento para os sinais de infeção como ardência, dor e calor no local. Em caso de surgir qualquer um desses sintomas, o médico deverá ser consultado;

5. A alimentação saudável também é essencial. É preciso evitar comer alimentos muito gordurosos, especialmente carne de porco e ovo, pois podem dificultar a cicatrização;

6. É preciso fazer a limpeza do piercing com água e sabão. Além disso, lavar o local do furo com sabonete antibacteriano na hora do banho é importante;

7. O uso de spray anti-séptico no local também pode ajudar a evitar complicações. Em geral após um mês após da colocação do piercing a pessoa fica livre dos cuidados específicos, mas a limpeza da pele é necessária.

Para cada local existe um tipo de piercing adequado. (Foto: divulgação)

Veja também como higienizar o piercing 

Os piercings são acessórios muito usados. Porém é preciso ter muitos cuidados antes, durante e após a colocação do adereço, a fim de evitar as infecções. O ideal é consultar um dermatologista para indicar os melhores produtos antissépticos que devem ser usados. Além disso, é essencial seguir todas as orientações do profissional sobre o tipo de piercing e demais cuidados.

Top