Cuidados com o animal após a adoção

Cuidados com o animal após a adoção

Adotar um animal de estimação é uma atitude muito nobre e que certamente, contribui em demasia tanto para você, que terá a companhia ilustre…

Por Paulo Lima em 08/07/2013

Adotar um animal de estimação é uma atitude muito nobre e que certamente, contribui em demasia tanto para você, que terá a companhia ilustre de um bichinho, como também para o próprio animal, uma vez que este abandonará uma condição de sofrimento e maus tratos para agora viver feliz em um lar, junto a uma família.

Entretanto, ao pegar um companheirinho na rua, existem alguns cuidados primordiais que devem ser tomados, para que o pet não sofra posteriormente com algum problema o qual já venha apresentando. Saiba mais:

Conheça alguns cuidados especiais para tomar com o pet ao adotá-lo (Foto: Divulgação)

Passo 1: Leve o pet a um veterinário

Ao adotar um cachorro de rua ou um gatinho, o primeiro passo é sempre encaminhar o seu novo amiguinho a um médico veterinário de sua confiança, para a realização de uma bateria de exames completa, que poderá identificar se o pet tem ou não vermes, anemia ou outras doenças.

Tendo os resultados, faça um acompanhamento periódico e busque cuidar da alimentação do cão conforme a orientação do médico, de acordo com a raça, estatura e peso do animal.

Leve o cachorrinho no veterinário logo após adotá-lo (Foto: Divulgação)

Passo 2: Higiene e cuidados básicos

Depois de levar o cão a uma clínica veterinária, agora é hora de definir um espaço apropriado para o seu amiguinho, bem como o respectivo local onde ele fará suas necessidades básicas. Por isso, lembre-se de nunca deixar a comida e a caminha onde ele dorme próximo ao território destinado ao seu banheirinho particular, uma vez que pelo próprio instinto o pet buscará adotar como toalete algum lugar mais distante de seu convívio diário.

Lembre-se dos banhos semanais com shampoos específicos e periodicamente leve o cão a um pet shop especializado para a detecção de pulgas ou outros malefícios que possam acometer sua pelagem e pele.

Mantenha seu pet limpo, com a tosa em dia e livre das pulgas e carrapatos (Foto: Divulgação)

Passo 3: Educação canina

Esta e uma parte difícil, porém fundamental entre os cuidados com um animal adotado, pois demonstrará o quanto de fato você ama o seu amiguinho. Ensinar alguns comandos básicos para adestrar o cão é de início algo trabalhoso, porém  de grande relevância para o bem estar e bom comportamento do pet. Entretanto, vale a pena reforçar que a persistência dosada com muita paciência é fundamental durante este processo.

Por fim, ame muito o seu animalzinho e jamais o abandone. Lembre-se sempre de que o verdadeiro amigo não se compra e sim, se adota! O que você está esperando para adquirir já o seu amiguinho?

Top