Cuidados com a pele na praia

É preciso ter diversos cuidados com a pele na praia, pois é lá que as pessoas costumam se expor em excesso ao sol com…

Por Redacao em 24/09/2014

É preciso ter diversos cuidados com a pele na praia, pois é lá que as pessoas costumam se expor em excesso ao sol com a pele desprotegida. Mesmo com protetor solar, existem horários ideais para tomar banho de sol e outros em que o melhor mesmo é ficar na sombra bem protegido. O sol pode provocar manchas na pele, envelhecimento precoce, queimaduras e até mesmo câncer. Há quem ache que por ter a pele negra, os cuidados devem ser mínimos, porém mesmo sendo mais resistente, a pele desta tonalidade também precisa de proteção e cuidados em relação ao sol, por que também pode sofrer as mesmas consequências da exposição excessiva ao sol.

Cuidados com a pele na praia - É preciso ter muito cuidado com a pele na praia (Foto: Divulgação)

Cuidados com a pele na praia

Confira os Cuidados com a pele na praia e proteja-se nesse verão. Lembrando que os mesmos cuidados devem ser tomados no dia a dia do verão, mesmo sendo um dia normal, ou na piscina.

  • Aplicar protetor solar cerca de 20 a 30 minutos antes da exposição solar e fazer renovação a cada 3 horas;
  • Evitar fazer a depilação na véspera da exposição ao sol. Ela deve ser feita com, no mínimo, 48 horas de antecedência;
  • Depois de um dia de praia ou piscina, tomar um banho de água fria, de preferência ou morna, para hidratar a pele e aplicar creme hidratante depois;
  • Evitar fazer tratamentos com laser e produtos químicos durante o verão porque pode ficar com manchas na pele;
  • Comer alimentos que contêm carotenoides como cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois estes alimentos protegem do câncer e deixam a pele mais bronzeada;
  • Evitar exposição ao sol entre as 10 e as 16 horas para prevenir queimaduras solares;
  • Beber cerca de 2 a 3 litros de água por dia para hidratar a pele.

As frutas cítricas também mancham. Quando em contato com a pele exposta ao sol, elas causam manchas, irritação, vermelhidão e coceira. A reação, que demora em média 30 minutos para acontecer, é causada pelo bergapteno, termo usado pelos médicos ao composto presente em frutas cítricas como o limão e a laranja, que em contato direto com o sol podem fazer um belo estrago.

Evite exposição ao sol em horários em que ele está muito forte (Foto: Divulgação)

O limão, por exemplo, contém alguns ácidos em sua casca e suco que, se expostos ao sol, causam uma reação de fotosensibilidade e queimadura chamada fitofotodermatose.

Apesar de todas as mulheres estarem sujeitas às manchas de sol, alguns fatores aumentam as chances de incidência, por isso, esse grupo de risco deve redobrar a atenção ao se expor ao sol. Os melasmas são mais frequentes em mulheres que usam contraceptivos hormonais, durante a gestação ou lactação ou ainda em indivíduos com alterações na glândula tireoide

Como tratar manchar causadas pelo sol

A exposição solar excessiva pode causar o melasma, nome dado a essas manchas mais escuras, pode aparecer tanto no rosto, quanto no pescoço, no colo ou nos braços. Como tratar manchas causadas pelo sol? Essas manchas podem ser clareadas, embora em poucos casos o tratamento seja definitivo. Podem ser usados cremes clareadores e peelings, ambos associados a fotoproteção constante.

Protetor solar é essencial e sempre veja se está usando o fator apropriado para sua pele (Foto: Divulgação)

A receita caseira mais indicada é a mistura em partes iguais de glicerina, suco de limão espremido na hora, e água de rosas. Aplique na área a ser tratada, todos os dias, deixando por meia hora. O ácido do limão branqueia, a glicerina amacia, e a água de rosas garante o frescor da pele.

Outra receita é o leite azedo mesclado com mel. Quando azedo, o leite libera ácido lático, que naturalmente escama a pele, e o mel, evita o ressecamento. Já o óleo de mamona é famoso por ser altamente eficaz para retirar as manchas provocadas pelo sol. Mas melhor prevenir do que remediar, por isso guarde os cuidados com a pele na praia.

Top