Cuidados com a pele do recém-nascido

Com o nascimento do bebê, muitas mães possuem dificuldade na hora do cuidado. Estes podem variar desde o modo como realizar a troca de…

Por Editorial MDT em 28/02/2012

Com o nascimento do bebê, muitas mães possuem dificuldade na hora do cuidado. Estes podem variar desde o modo como realizar a troca de fralda, até mesmo como cuidar de forma correta da pele do recém-nascido. Para que você não tenha dúvida, mostraremos quais os cuidados necessários devem ocorrer para que a pele do bebê continue saudável.

A pele do recém-nascido precisa de cuidados especiais

Características da pele do bebê

A pele do bebê é muito mais sensível que a do adulto. Ele apresenta uma espessura muito mais fina, correspondente à metade de seu tamanho. Além disso, possui menos pelos e glândulas sudoríparas (responsáveis em produzir o suor) e as células que dão coloração à pele estão com sua atividade diminuída. Devido a essas características, a cútis do bebê apresenta-se muito mais sensível ao calor e a luz do sol, necessitando estar constantemente sob proteção diária.

Dificuldade em manter a temperatura do corpo

Os recém-nascidos tem uma maior dificuldade em manter a temperatura do corpo devido ao fato de possuírem pele muito fina e sensível, não respondendo bem às mudanças de temperaturas. Outro fator também relacionado a essa falta de adequação é a presença de pouca camada de gordura existente sob a pele. Tendo isso em vista, o ideal á agasalhar o bebê de maneira suficiente, mesmo quando estiver diante temperaturas amenas.

Os bebês posuem dificuldade em manter a temperatura do corpo e precisam ser aquecidos

Opte por produtos específicos para usar na pele do bebê

Como foi anteriormente mencionado, a pele do bebê é muito fina, por isso pode absorver as substâncias, sejam elas tóxicas ou não, mais facilmente. Assim, é preciso ter cuidado com os produtos utilizados na pele do pequeno, para evitar futuros transtornos.

Para não errar, basta utilizar produtos específicos para a pele infantil. Entre eles, podemos citar o sabonete de pH neutro, que pode ser usado em qualquer parte do corpo do recém-nascido, incluindo umbigo, pescoço, axilas e virilha. Dar bastante atenção a esta última área, para evitar a proliferação de bactérias, é fundamental para prevenir diversos problemas.

Prevenção contra o câncer de pele

Como já foi demonstrado através de estudos, o câncer de pele possui efeito acumulativo. Assim, sua prevenção deve ser iniciada desde cedo. Vale lembrar que as crianças até seis meses de idade não podem usar protetor solar, devido sua ação tóxica. Nesse caso, o indicado é fazer uso de bonés, roupas de manga comprida e guarda-sol. Além disso, é preciso restringir a exposição da criança nos intervalos entre as 10h da manhã até às16h da tarde.

Combatendo as assaduras

As assaduras são muito comuns em crianças, porém não deveriam ser. Ela se manifesta pelo contato da pele do bebê com a urina, especialmente em lugares abafados, como as dobras da coxa e perna. Por isso, para combatê-las, basta manter uma higiene adequada do bebê, além de secá-lo.

É importante usar produtos específicos para a pele do bebê

A pele do bebê requer cuidados específicos, portanto, além de seguir com as dicas anteriormente mencionadas, é preciso estar atento a qualquer alteração que surgir. Não esqueça de levá-lo ao médico para que receba as orientações necessárias.

Top