Cuidados com a depilação íntima

Os salões de estética ficam cheios principalmente no verão, quando as mulheres vão se depilar para desfilarem lindas de biquíni pela praia ou pela…

Existem várias maneiras para depilar (Foto: Divulgação)

Os salões de estética ficam cheios principalmente no verão, quando as mulheres vão se depilar para desfilarem lindas de biquíni pela praia ou pela piscina. Entre todos os tipos de depilação, um dos mais comuns é a depilação íntima, que é feita tanto pela higiene quanto pela estética, especialmente por quem usa biquínis pequenos. Entretanto, essa região é muito sensível e é entrada para vários microorganismos maléficos à nossa saúde. Sendo assim, saiba quais são os cuidados que devem ser tomados com a depilação íntima.

Em primeiro lugar, é preciso escolher a técnica de depilação que mais se adéqua ao seu tipo de pele. Como essa região é mais delicada que outras, todos os produtos devem ser testados para verificar qual é o melhor para o seu caso. A cera quente deve estar na temperatura ideal para que não cause manchas e, além disso, deve ser descartável; as lâminas são práticas, mas podem encravar os pelos e causar inchaço na pele e o creme depilatório significa facilidade, porém, é preciso verificar no antebraço se você não é alérgica a ele.

Os cuidados são importantes na depilação (Foto: Divulgação)

Os pelos podem ser antiestéticos para algumas pessoas, mas são necessários porque atuam como uma barreira protetora contra resíduos e microrganismos causadores de infecções. Portanto, sempre deixe uma camada de pelos nas regiões da virilha, dos grandes lábios, do monte pubiano e da anal. Do mesmo modo, também não é bom deixar que os pelos locais cresçam excessivamente, já que eles poderão provocar o mau cheiro, o ardor, a vermelhidão e a atração de fungos e bactérias por causa do acúmulo de resíduos e secreções. Então, o ideal é que eles sejam aparados até a altura de 1 centímetro a cada 15 dias para que esses problemas sejam evitados.

Leia Também:  Exercícios com Jazz Fitness

Como os poros ainda estarão abertos depois de 24 horas da depilação, reações alérgicas e irritações são mais comuns. Sendo assim, alguns cuidados especiais devem ser tomados: prefira sabonetes líquidos de higiene íntima ao invés dos tradicionais cheirosos e faça compressas com chá de camomila gelado, água boricada ou termal para acalmar a pele, evitando o aparecimento de pelos encravados.

O resultado de uma depilação bem feita é a beleza que fica! (Foto: Divulgação)

Com esses cuidados com a depilação íntima, a sua pele ficará sempre bonita e saudável, pronta para enfrentar um mini-biquíni na praia ou na piscina. Portanto, seja sempre cuidadosa e zelosa com a sua pele, escolhendo o melhor método depilatório para ela.

Top