Cuidados ao indicar um amigo para uma vaga de emprego

Cuidados ao indicar um amigo para uma vaga de emprego

Indicar um amigo para uma vaga em uma empresa exige cuidado, pois muitas vezes aquele velho parceiro não atende às reais necessidades da vaga oferecida. […]

Por Redacao em 27/03/2015

É importante tomar alguns cuidados ao indicar um amigo para uma vaga de emprego. Se o profissional indicado não satisfazer as necessidades da empresa ou não agradar ao chefe, a sua credibilidade dentro da empresa pode ficar em jogo.

Cuidados ao indicar um amigo para uma vaga de emprego. (Foto: Divulgação)

Você trabalha em uma empresa já faz cinco anos, seu relacionamento com o chefe é excepcional e tudo vai de vento em popa. Surge uma vaga interessante e a primeira pessoa que vem à sua cabeça é aquela sua amiga de infância que fez um determinado curso superior que é compatível com aquela oportunidade que acabou de surgir na empresa onde você atua. Será que vale a pena indicá-la? Saiba alguns cuidados que devem ser tomados para tal.

Leia mais: Cuidados ao pedir indicação para uma vaga

Cuidados ao indicar um amigo para uma vaga de emprego

Não há nada de errado em fazer uma indicação na empresa onde você trabalha. No entanto, siga alguns cuidados ao indicar um amigo para uma vaga de emprego:

Veja se o perfil do amigo condiz com a vaga

Será que o seu amigo tem o perfil da vaga? (Foto: Divulgação)

Especialistas da área de recursos humanos afirmam que a indicação só vale a pena ser feita se o perfil do amigo for exatamente aquele que a empresa tanto busca. A base da escolha para chamá-lo não deve ser só a amistosa, é preciso levar em conta também o quanto ele é profissional.

Não indique qualquer amigo

O seu amigo deve ser alguém disposto e comprometido. (Foto: Divulgação)

Não é porque o seu amigo está desempregado que ele tem condições de entrar na empresa onde você trabalha. Além de ter um perfil compatível com o cargo, essa pessoa também precisa ter as características que definem um bom profissional, ou seja, proatividade, responsabilidade e comprometimento.

Não crie falsas expectativas

Jamais crie falsas expectativas. (Foto: Divulgação)

Caso o amigo tenha sido indicado, é preciso dizer ao chefe que pediu essa dica algumas características do amigo, tais como o grau de comprometimento com as responsabilidades, a maneira de agir em determinadas ocasiões e por aí vai, mas é também super importante esclarecer que não sabe se o indicado realmente tem a capacidade de cumprir com tudo o que é exigido pela empresa. Dessa forma, abre-se um espaço para o superior pensar e avaliar melhor.

Veja também: Erros comuns numa entrevista de emprego

Certifique-se de que o seu amigo está interessado

O amigo precisa estar disposto e determinado. (Foto: Divulgação)

Algumas pessoas pedem indicação apenas na empolgação, ou seja, elas não estão de fato interessadas na vaga. Se a contratação ocorrer, existe boas chances do seu amigo abandonar a função porque a mesma não satisfez as expectativas. Isso é muito perigoso e pode manchar a sua imagem na empresa.

Não pergunte ao chefe sobre o andamento da seleção

Em momento algum pressione o chefe. (Foto: Divulgação)

Se seu chefe já conversou com seu amigo, não é preciso ficar perguntando se fulano ou sicrano será contratado, se foi bem nos testes ou se foi reprovado. Essas questões ficam por conta do superior e não deve haver interferências seja de quem for.

Saiba mais: Aprenda a se preparar para o emprego dos sonhos

Esses cuidados ao indicar um amigo para uma vaga de emprego precisam ser seguidos à risca. Alguns especialistas afirmam que se o atual funcionário indicou determinada pessoa e ela foi completamente reprovada nos testes ou na entrevista, os chefes podem olhar com desconfiança para quem indicou.  Por isso, se você vai indicar algum amigo, faça ressalvas para não haver alguma espécie de mal-entendido entre você e seu superior em um futuro próximo.

Top