Cuidados ao dar banho no cachorro

Cuidados ao dar banho no cachorro

Seja por economia ou por falta de tempo, muita gente prefere dar banho no cachorro em casa. Embora muitos achem que o banho em…

Por Editorial MDT em 24/04/2013

Seja por economia ou por falta de tempo, muita gente prefere dar banho no cachorro em casa. Embora muitos achem que o banho em pet shop fique melhor, saiba que com alguns cuidados especiais é possível deixar bichinho cheiroso e limpinho. A seguir confira alguns cuidados ao dar banho no cachorro!

Cuidados ao dar banho no cachorro

Geralmente, recomenda-se o banho a cada 15 dias. (Foto Divulgação)

Para muita gente o banho em casa acaba sendo uma imensa diversão, para outros nem tanto. Mesmo se o animal não se comportar como devido, é possível fazer uma limpeza adequada sem muita complicação.

Leia mais: Dicas para cuidar do cachorro no verão: cuidados

Para lavar o animal você vai precisar de uma toalha, água morna e um secador de cabelo. Além disso você vai precisar de algodão para colocar nos ouvidos e produtos de higiene específicos para cachorro.

Passo a passo

A primeira coisa a se fazer é colocar algodão nos ouvidos do cão para não molhar. Para os animais que ficam muito ansiosos, a dica é dar um petisco enquanto coloca o algodão. Caso não consiga, tampe as orelhas enquanto joga a água.

A temperatura da água é outro cuidado crucial na hora do banho do cão. Segundo especialistas, a água não pode der fria e nem quente demais. É preciso deixá-la morna, no meio termo. Se for possível use uma mangueira para dar o banho, esse modo é mais fácil de controlar a temperatura da água.

Segundo especialistas, a água não pode der fria e nem quente demais. (Foto Divulgação)

Lave sobretudo as pares que ficam mais sujas, como em volta da boca, patas e o rabo. Se preferir dá até para usar uma esponja, bem macia, para esfregar. Ao fim do banho, pegue a toalha e enxugue bem o animal e se preferir utilize o secador para finalizar o trabalho.

Veja também: Como dar banho em cachorro: cuidados

É preciso secar bem os pelos do animal, pois quando a pele fica úmida, o risco de contrair doenças por dermatites e micoses, praticamente dobra.

A frequência do banho depende do tipo de pelagem e o estilo de vida do animal. Geralmente, recomenda-se o banho a cada 15 dias. Se for preciso, complemente a higiene entre os banhos com panos umedecidos em solução de água, álcool e vinagre branco.

Lave sobretudo as pares que ficam mais sujas, como em volta da boca, patas e o rabo. (Foto Divulgação)

Manter o animal limpinho e cheiroso além de divertido, dá uma chance de construir uma relação de confiança e contentamento entre você e ele.

Confira ainda: Roupinhas para cães: perigos, cuidados

Top