Cuidados ao adotar um animal de estimação

Ter um animalzinho de estimação em casa é tudo de bom, e melhor ainda é quando além de agregarmos um novo bichinho na nossa…

Ter um animalzinho de estimação em casa é tudo de bom, e melhor ainda é quando além de agregarmos um novo bichinho na nossa família, ainda podemos ajudar um que está precisando de um lar e de carinho. A adoção de animais de estimação é algo lindo, que ajuda a contribuir para o bem dos animais, evitando que muitos bichinhos sejam sacrificados ou simplesmente acabem parando nas ruas.

Apesar de todos estes pontos positivos, são necessários alguns cuidados ao adotar um animal de estimação, por isso, seguir os passos abaixo é importante não tanto para o bem do animal, como de toda a família.

Cuidados ao adotar um animal de estimação (Foto: Divulgação)

Pense bem

O primeiro passo ao pensar em adotar o animal de estimação, é pensar no porque disso. Ou seja, qual a razão para adotar o animal. Outros pontos a serem considerados são o tempo disponível para dar carinho e atenção ao animal, se seu estilo de vida é compatível com um animal de estimação, o espaço disponível e o porte do bichinho, que muitas vezes pode crescer muito, o dinheiro, pois cachorro necessita de uma série de cuidados e dinheiro disponível é indispensável.

Animais precisam do seu tempo, além de muito amor e carinho. (Foto: Divulgação)

Leve ao veterinário e vacine

Depois de pensar bem e decidir mesmo adotar o animal de estimação, levando em consideração todas as dificuldades existentes no dia a dia e os cuidados especiais com animais de estimação, é necessário pensar também no bem do animal e sua saúde, Por isso, o ideal é levar o bichinho em um veterinário, para ser vermifugado e para que haja o controle de pulgas e carrapatos.

Continuar Lendo  Como Montar um Orquidário, Dicas

Pulgas e carrapatos são tratados com remédios para uso externo, para serem aplicados no pelo, enquanto os vermes devem ser tratados com medicamento oral, de gotas. Já quanto às vacinas, no caso dos filhotes, eles devem tomar a dose da quádrupla aos 45 dias de vida, além de outras duas em intervalos mensais, ao longo do primeiro ano de vida.

Bichinhos de estimação precisam de cuidados constantes. (Foto: Divulgação)

Preparação da casa

O último passo, mas não menos importante, é a adequação da casa para a chegada do bichinho. Por exemplo, se o animal é pequeno, deve-se colocar uma tela nos portões de grade, e tampar os locais pelos quais ele pode fugir, pois animais pequenos são suscetíveis a qualquer tipo de acidente, como atropelamentos, quedas, além do consumo de lixo que muitas vezes pode gerar graves doenças e de alimentos que fazem mal para os animais de estimação.

 

 

 

 

 

Top