Cuidado com os tablets falsos neste natal

iPad 2 / Divulgação Apple A empresa de proteção de marcas MarkMonitor afirma ter descoberto mais de 20 mil listagens de tablets clonados, cópias…

iPad 2 / Divulgação Apple

A empresa de proteção de marcas MarkMonitor afirma ter descoberto mais de 20 mil listagens de tablets clonados, cópias suspeitas ou tablets de comercialização ilegal. O mais impressionante é que o diretor da empresa diz que todos esses produtos foram listados em apenas um único dia.

A clonagem de produtos eletrônicos é a uma prática comum. Visando o lucro fácil, fabricantes criam modelos extremamente parecidos (ao menos por fora) aos eletrônicos de maior circulação no mercado. Para o final deste ano, o produto mais clonado são os tablets e, entre eles, o favorito dos falsificadores é o iPad da Apple.

As fábricas de clones se concentram na China, mas o comércio pela internet facilita a sua distribuição para o mundo todo. Para atrair os clientes, os sites de tais fabricantes oferecem produtos a preços muito menores que os modelos originais e oferecem o envio para qualquer parte do mundo. Para enganar os clientes, muitos sites utilizam fotos e especificações dos produtos verdadeiros.

O consumidor brasileiro deve tomar muito cuidado com produtos sem a procedência fiscal (geralmente camelôs e lojas que importam produtos de países vizinhos) e com sites de leilão de produtos. A economia de comprar um modelo mais barato pode resultar no prejuízo de um produto clonado.

Top