Criativos como Robin Williams são mais depressivos

Criativos como Robin Williams são mais depressivos, segundo um levantamento! Nessa semana o assunto é a morte de Robin Williams. Tudo leva a crer…

Por Élida Santos em 13/08/2014

Criativos como Robin Williams são mais depressivos, segundo um levantamento! Nessa semana o assunto é a morte de Robin Williams. Tudo leva a crer que o ator acabou tirando a própria vida, fruto de uma depressão profunda contra a qual ele estava lutando. Muitas pessoas podem não entender os motivos que levam uma pessoa que tem sucesso na profissão que escolheu, dinheiro para comprar o que quiser e vive cercado de pessoas que ama, pode simplesmente decidir que sua vida é ruim e resolver morrer.

Criativos como Robin Williams são mais depressivos (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Morre Aos 61 Anos Ator Robin Williams

Criativos como Robin Williams são mais depressivos

Criativos como Robin Williams são mais depressivos segundo a pesquisa feita com especialistas entrevistados pela AFP. O ator era muito criativo e tinha uma carreira brilhante como humorista, mas tinha uma luta diária contra a depressão. Artistas consagrados como Jim Carrey, Catherine Zeta-Jones, Mel Gibson ou Poelvoorde já comentaram abertamente sobre sua depressão, associada ou não ao consumo de álcool ou drogas.

Criativos como Robin Williams são mais depressivos por serem mais sensíveis (Foto: Divulgação)

Criativos são mais depressivos e consomem mais drogas

De acordo com informações divulgadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 350 milhões de pessoas de todas as idades são assoladas pela depressão em todo o mundo. A depressão em sua forma mais grave pode levar ao suicídio. A OMS estima que mais de 1 milhão de pessoas tira a sua vida em todo o planeta.

Saiba mais informações sobre: Robin Williams Aparece Com Filha Em Propaganda Para Zelda

O professor Michel Reynaud, que é chefe do departamento de psiquiatria e dependência no hotel Paul Brousse em Villejuif, em Paris, acredita que existe uma ligação entre talento criativo, depressão e dependência.  “Os artistas são muitas vezes pessoas mais sensíveis, sentem mais intensamente as emoções. Isso acontece geralmente com escritores, poetas, músicos, atores, de muita qualidade, mas por trás de seres muitas vezes ansiosos, deprimidos, bipolares”, explica o especialista.

Além da depressão essas pessoas tendem a ficar viciadas em drogas com maior facilidade. Como eles vivem em um meio de festa muitas vezes não se dão conta que possuem um vício e quando resolvem tentar sair desse problema encontram muitas dificuldades. “Existem alguns estudos que ligam o talento criativo à saúde mental, embora o mecanismo exato ainda seja um mistério”, falou o professor Vikram Patel, diretor do Centro Britânico para a Saúde Mental Mundial (Global Mental Health). “Os circuitos cerebrais que são a fonte da criatividade são os mesmos que os das doenças mentais, então, ser criativo pode aumentar o risco de doença mental”,  explicou.

Top