Cosméticos vencidos: como identificar

Toda mulher possui uma enorme quantidade de produtos destinados à beleza. Tais produtos começam com os cabelos, com shampoos, condicionadores, máscaras, etc. A lista…

Por Editorial MDT em 20/12/2012

Toda mulher possui uma enorme quantidade de produtos destinados à beleza. Tais produtos começam com os cabelos, com shampoos, condicionadores, máscaras, etc. A lista é imensa e passa pelo rosto (incluindo, é claro, as maquiagens), terminando no corpo. Cada lugar tem seu devido cosmético reservado. Para muitas mulheres, inclusive, não basta ter um ou dois exemplares de cada produto. É comum o desejo e a ação de ter mais e mais. Com tanta coisa, à disposição, não é nenhuma surpresa que se acabe esquecendo de alguns deles. Depois de um certo tempo, a pessoa encontra aquele frasquinho que já foi tão amado, mas que estava esquecido e decide usá-lo, novamente. É aí que mora o perigo. É bem provável que a validade do produto já tenha se acabado. Ainda assim, muitas optam por usar cosméticos vencidos, pois acreditam que isso não lhes fará mal algum.

Todos os tipos de cosméticos têm vida útil. É preciso ter atenção (Foto: Divulgação)

Por que não usar cosméticos vencidos

Embora seja tentador e pareça inofensivo, um cosmético vencido pode se tornar um grande problema para a saúde. Nos casos de produtos para o corpo, as alergias são as mais comuns e costumam não causar graves danos. Com os olhos, no entanto, os malefícios dos cosméticos velhos podem resultar até mesmo em cegueira parcial, devido à ação de fungos e bactérias. Infecções oculares graves podem ser desencadeadas, devido ao uso de um creme ou uma maquiagem vencida. É preciso, portanto, identificar a validade de tudo que se usa.

Infecções podem até mesmo prejudicar a visão (Foto: Divulgação)

Como identificar

Quando um cosmético está vencido, suas propriedades estão alteradas e, como consequência, sua aparência poderá mudar. As cores e os perfumes ficam diferentes. Deve-se desconfiar de tais características. A textura do cosmético também é uma forma de identificar se ele está velho ou não.  Se o produto se enrijeceu, amoleceu, dividiu-se em duas partes (uma mais aquosa que a outra) ou algo que permita constatar que ele está diferente do que era, é preciso descartá-lo. Não adianta ter pena de jogar fora (ainda mais quando se pagou caro por ele). É preciso preservar a saúde.

Um exemplo de cosmético com validade vencida (Foto: Divulgação)

Tais características devem ser consideradas, mesmo que a data de validade do cosmético ainda esteja ok. Ações externas podem alterar as propriedades dos produtos. Portanto, para que a vida de seu cosmético seja longa, é preciso seguir as orientações de conservação, descritas na própria embalagem. Raios solares, calor, umidade e outros fatores podem estragá-lo. Além disso, é preciso ter cuidado com a higiene do local onde ele está. No caso de maquiagens, é necessário estar com as mãos limpas, ao manuseá-los. Também não se pode deixar entradas de ar na embalagem, ao fechá-la.

Com atenção e cuidados, é possível conservá-los por mais tempo, bem como identificar se os cosméticos estão vencidos. Assim, seu uso se prolonga e a saúde se preserva.

Saiba sobre este assunto: Vida útil de cosméticos: informações

Veja, com mais detalhes, os perigos da maquiagem vencida: Usar maquiagem vencida: perigos

Top