Cosméticos que devem ser evitados na praia

Cosméticos que devem ser evitados na praia

Os cosméticos que devem ser evitados na praia são aqueles que possuem substâncias prejudiciais, ou seja, que podem causar manchas e até mesmo queimaduras.…

Por Isabella Moretti em 01/01/2015

Os cosméticos que devem ser evitados na praia são aqueles que possuem substâncias prejudiciais, ou seja, que podem causar manchas e até mesmo queimaduras. Por isso, antes de adquirir um produto, é muito importante conhecer os componentes da fórmula.

Cosméticos que devem ser evitados na praia. (Foto: Divulgação)

O verão já começou. Nessa época do ano, as pessoas costumam viajar para a praia e aproveitar o calor à beira mar. No entanto, é muito importante tomar cuidado com os cosméticos que são usados antes de se expor ao sol, à areia e à água do mar. Essa mesma recomendação vale para produtos de higiene e limpeza.

Veja também: Alergias do verão – cuidados

Cosméticos que devem ser evitados na praia

Algumas substâncias devem ser evitadas porque comprometem a saúde. (Foto: Divulgação)

Os cosméticos que devem ser evitados na praia possuem substâncias que não reagem bem à ação do sol e do mar. Veja a seguir alguns componentes que são proibidos:

Triclosan

O Triclosan compromete o sistema de defesa do corpo, aumentando as chances de contrair problemas de saúde por causa de bactérias nocivas. Essa substância normalmente é encontrada em sabonetes e desodorantes.

Formaldeído

Embora seja considerado um composto cancerígeno, o formaldeído ainda pode ser encontrado na fórmula de muitos cosméticos, como é o caso dos esmaltes e dos produtos de alisamento capilar.

Determinadas substâncias aumentam o risco de câncer. (Foto: Divulgação)

Triclocarban

O Triclocarban é um composto nocivo que está presente em cremes de limpeza facial, produtos que tratam acnes, sabonetes líquidos e desodorantes. Na praia, existe o risco da substância sofrer com bioacumulação e, nesse processo, ela acaba sendo ingerida pelo ser humano. Estudos mostram que a ingestão de Triclocarban aumentam as chances de câncer de mama e próstata.

Alcatrão de hullha

Algumas tinturas de cabelo possuem alcatrão de hullha, um composto derivado do carvão e que está associada ao câncer.

Oxibenzona

O Oxibenzona é um composto orgânico que está presente nos protetores solares para reforçar a proteção contra os raios ultravioletas. Ao penetrar na camada mais profunda da pele, a substância também pode causar reações alérgicas, mutação celular e alteração hormonal.

A composição de alguns protetores solares pode ser perigosa. (Foto: Divulgação)

Palmitato de retinol

O Palmitato de retinol é um derivado do retinol que, por sua vez, é uma forma de vitamina A. Esse micronutriente está presente em alguns protetores solares e pode aumentar o risco de câncer de pele.

Agora que você já conhece as substâncias prejudiciais dos cosméticos que devem ser evitados na praia, observe atentamente o rótulo de cada produto antes de comprá-lo. Evite as substâncias mencionadas acima, mas não deixe de proteger a sua pele contra os danos causados pelos raios solares.

Top