Corticoides: o que são, saiba mais

Os corticoides, também chamados de corticosteroides, são um dos grandes avanços farmacológicos e representam um grupo de medicamentos sintetizados a partir do hormônio cortisol,…

Por Editorial MDT em 10/12/2012

Os corticoides, também chamados de corticosteroides, são um dos grandes avanços farmacológicos e representam um grupo de medicamentos sintetizados a partir do hormônio cortisol, naturalmente produzido pela glândula suprarrenal. Entenda melhor o assunto e saiba o que são os corticoides e para que podem ser usados.

Entenda melhor o que são e como funcionam os corticoides. (Foto: divulgação)

Funções do corticoide

O hormônio cortisol e seus derivados são encarregados de realizar diversas funções no organismo, como assimilação de diversos compostos, além de estimulação do sistema nervoso central e uma potente ação anti-inflamatória e imunossupressora.

Por diversas razões, o corpo humano pode deixar de produzir quantidades adequadas de cortisol, sendo necessária sua reposição farmacológica. Em outras situações, como nos casos de problemas alérgicos ou doenças autoimunes, é necessário uma supressão do sistema imunológico e controle da função inflamatória, papéis esses que são bem executados pelos corticoides.

Entenda como tratar alergias na pele.

Perigos do uso excessivo

O uso de corticoides só pode ser indicado por médicos e é importante que a orientação sobre a administração da droga seja seguida com exatidão. Ingestão de doses altas ou uso prolongado desse tipo de medicamento pode cursar com importantes efeitos colaterais e reações adversas. Da mesma maneira que o uso dessa classe de fármacos deve ser feita com cautela, a retirada do remédio também requer alguns cuidados especiais.

Compreenda o efeito rebote.

É fundamental que o desuso do corticoide seja feito de forma gradativa, pois o organismo pode reagir mal a uma retirada brusca do hormônio sintético, resultando em retorno das enfermidades que tratavam. Outro problema é que a glândula suprarrenal, que produz o hormônio natural, fica inibida e pode demorar algum tempo para voltar a produzir os hormônios necessários.

Um dos efeitos adversos do corticoide é hipertensão. (Foto: divulgação)

Corticoides mais comuns

Na lista de corticoides mais usados, seja na forma de cremes, comprimidos, colírios, injetáveis, inalação ou drágeas, os mais comuns são:

  • Cortisona;
  • Hidrocortisona;
  • Betametasona;
  • Dexametasona;
  • Prednisona;
  • Metilprednisolona;
  • Triancinolona.

Efeitos colaterais mais comuns

O uso de corticoide pode resultar numa série de efeitos colaterais bastante variados, sendo os mais comuns:

  • Insuficiência da glândula suprarrenal;
  • Síndrome de Cushing;
  • Osteoporose;
  • Catarata;
  • Trombose;
  • Úlcera;
  • Hipertensão arterial;
  • Hiperglicemia;
  • Distúrbios psiquiátricos;
  • Distúrbios do humor.

Uma das indicações para uso do corticoide são os processos alérgicos. (Foto: divulgação)

Saiba quais as combinações de remédios que podem ser perigosas.

Os corticosteroides são fármacos importantes para o tratamento de diversas doenças, principalmente pela sua excelente função imunossupressora e anti-inflamatória. Por possuir uma série de efeitos adversos importantes, é fundamental que o uso desses medicamentos seja prescrito por médico e seguido com precisão pelo paciente.

Top