Corithians x Palmeiras: rivalidade a mil antes mesmo de a bola rolar

O clássico entre Corinthians e Palmeiras, que acontece somente no próximo domingo, às 17h, no estádio do Pacaembu, já começou fora das quatro linhas.…

Por Redacao em 28/11/2011

Valdivia afirma que evitar título do Corinthians seria um presente à torcida alviverde

O clássico entre Corinthians e Palmeiras, que acontece somente no próximo domingo, às 17h, no estádio do Pacaembu, já começou fora das quatro linhas. Logo após o término da 37ª rodada do Brasileirão, palmeirenses e corintianos deram algumas declarações polêmicas sobre o derby paulista do próximo final de semana, que pode dar o título brasileiro ao Corinthians.

Ainda no gramado do Pacaembu, após a vitória do Palmeiras sobre o São Paulo por 1 a 0, o meia pameirense Valdivia afirmou que derrotar o Timão na última rodada do Brasileirão e poder impedir o rival de ser campeão é questão de honra. “Se a gente puder tirar o título do Corinthians, vai ser um presente para a nossa torcida. Queremos terminar o ano bem e, por isso, é questão de honra vencer o Corinthians. Mas será um jogo difícil”, disse o camisa 10 do Verdão.

Para o goleiro Deola, uma vitória diante do Corinthians é importante para a equipe terminar o ano de forma digna. “Infelizmente não conseguimos o nosso objetivo maior, e a gente sabia que precisávamos terminar o campeonato com dignidade. Agora falta mais um jogo e a gente vai jogar com todas as forças. Será difícil, mas vamos tentar a vitória no clássico”, declarou o goleiro alviverde ao site oficial do clube.

Por outro lado, a motivação palmeirense diante da possibilidade de estragar a festa corintiana não agrada ao técnico Tite, do Corinthians. “É muito pobre o cara se motivar por querer ferrar o adversário. Eu não tenho esse tipo de sentimento. Até porque fui técnico lá um dia e tenho respeito muito grande à entidade. Quero ter alegria, mas não fico contente com a tristeza de outra equipe, qualquer que seja”, afirmou o comandante alvinegro.

 

Top