Cores em degradê na decoração

Cores em degradê na decoração

A liberdade na decoração é muito grande. Na hora de escolher móveis, objetos e cores para os ambientes, vale tudo para transformá-los no reflexo…

Por Editorial MDT em 03/10/2012

A liberdade na decoração é muito grande. Na hora de escolher móveis, objetos e cores para os ambientes, vale tudo para transformá-los no reflexo da personalidade de quem habita o local. Por meio das combinações entre diferentes tonalidades, é possível mudar, completamente, a cara de um cômodo e dar nova vida a móveis antigos ou sem graça. Cada cor produz reações diferentes em nosso cérebro. Por isso, muitos se sentem bem em ambientes escuros; já outros preferem cores claras na decoração. Há, também, os que gostam mais da junção de diferentes cores, tornando descontraídos os cômodos da casa ou outros lugares. Tanto em ambientes de tons mais pesados ou mais suaves, é possível repaginá-los com paredes, móveis ou objetos em cores degradê – estilo decorativo muito em alta, atualmente.

Exemplo de tons que se relacionam entre si (Foto: Divulgação)

O emprego da técnica de cores em degradê na decoração consiste em dispor, num mesmo ambiente, diversas tonalidades que se relacionam entre si. São as famílias de cores, que muitos de nós já bem conhecemos, por meio da escola ou observando um catálogo de tintas, por exemplo. Nestes catálogos, as cores estão dispostas de acordo com o seu “parentesco”. Aparecem em tons mais escuros e vão mudando, até chegar aos tons mais claros. Estas cores combinam entre si e seu emprego na pintura de diferentes locais causa diversas sensações ao nosso cérebro, que resultam em bem-estar. Além disso, é claro, a decoração com cores degradê torna os ambientes bastante estilosos, modernos, descontraídos e acolhedores. Veja alguns exemplos.

O catálogo de tintas seleciona suas cores de acordo com o parentesco entre elas (Foto: Divulgação)

Paredes em cores degradê

As paredes ganham outra cara com as cores degradê (Foto: Divulgação)

Existem dezenas de possibilidades de se decorar a casa, por meio da pintura de paredes em cores degradê. A escolha somente depende da identificação das pessoas com tais ou quais cores. No exemplo da imagem acima, os tons quentes e alaranjados tornaram o quarto aconchegante e iluminado. Como são cores degradê escuras, o equilíbrio foi estabelecido pela associação de objetos na cor branca. A quebra surpreendente da sequência de tons se deu com o azul.

Objetos de decoração em cores degradê

Os objetos em cores degradê também têm o poder de dar nova roupagem aos ambientes. Para isso, muitas vezes, nem é necessário que sejam grandes. Pequenos detalhes fazem toda a diferença, como o exemplo abaixo, que traz um tapete de crochê degradê.

Um simples tapete de crochê em cores degradê dá um charme especial ao quarto (Foto: Divulgação)

Na próxima imagem, vemos um objeto de decoração bastante interessante, feito à base da reciclagem de rolhas de garrafas de vinho. O efeito degradê foi aplicado, com o próprio líquido, à textura da cortiça, resultando em um belo coração.

Rolhas selecionadas, conforme a intensidade da cor do vinho (Foto: Divulgação)

Uma cômoda de madeira, meio sem graça, adquiriu outra cara com as cores degradê alaranjadas, aplicadas em suas gavetas.

Transformação total de uma cômoda de madeira (Foto: Divulgação)

A luminária vermelha degradê se destacou em meio à sala de jantar:

Destaque da luminária (Foto: Divulgação)

O branco do ambiente pode se tornar muito alegre e aconchegante com tons degradê rosa. Repare que o morador seguiu a família de cores em outros locais, como os copos.

Tons degradê rosados (Foto: Divulgação)

Aproveite a onda de cores degradê na decoração e dê uma repaginada em sua casa, fazendo com ela fique muito mais alegre, confortável e charmosa.

Veja mais sobre o uso de cores na decoração: Dicas para deixar a casa mais colorida

Inspire-se com móveis coloridos: Móveis coloridos: como usar na decoração

 

 

Top