Construção seca: saiba mais

Muito utilizada nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e países europeus, a construção seca é uma tecnologia que vem ganhando espaço aos poucos no Brasil,…

Por Andre em 14/03/2013

Muito utilizada nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e países europeus, a construção seca é uma tecnologia que vem ganhando espaço aos poucos no Brasil, tendo começado a ser usada por aqui no início do século XXI, chamando a atenção principalmente do mercado corporativo.

A construção seca é uma técnica mais sustentável para as obras, que está ganhando destaque em todo o Brasil (Foto: Divulgação)

Com o passar do tempo e a necessidade de utilizar novas técnicas mais sustentáveis no setor da construção civil, a tecnologia passou a ser também uma boa opção para o segmento residencial, ganhando primeiramente as grandes cidades e já chegando ao interior.

Preservando a natureza: Revestimento sustentável – produtos, vantagens

O que é a construção seca

Com a tecnologia, a alvenaria tradicional é substituída pelo uso de placas e molduras de aço, madeira e gesso, entre outros materiais (Foto: Divulgação)

A construção seca consiste basicamente em não utilizar água, cimento e tijolos nas obras, substituindo a alvenaria tradicional por placas e molduras de aço, madeira ou gesso, entre outros materiais, que são montados e parafusados no próprio canteiro da obra.

De acordo com as construtoras que já são adeptas da tecnologia, tais estruturas são tão resistentes quanto as de concreto, permitindo a utilização de qualquer acabamento interior e exterior, além de poderem ser aplicadas em vários estilos arquitetônicos, independente do tamanho da construção.

As estruturas são montadas no próprio canteiro de obras (Foto: Divulgação)

O sistema de construção a seco pode ser usado em paredes, piso, lajes, teto e coberturas, sendo que algumas das estruturas são ocas, para que possam ser passadas as fiações elétricas e de telefonia e os sistemas hidráulicos, entre outros componentes necessários para o funcionamento da construção.

Leia também: Bloco de concreto – vantagens e desvantagens

Diferenciais da construção seca

Um dos diferenciais da construção a seco é o ótimo nível de isolamento térmico e acústico (Foto: Divulgação)

Além de evitar o acúmulo de sujeira e entulho, proporcionado pela produção da argamassa na alvenaria tradicional, a construção seca tem vários diferenciais, como a rapidez da execução das obras, a leveza, a resistência ao fogo e o alto nível de isolamento acústico e térmico.

A tecnologia também oferece mais facilidade na manutenção e resistência contra fogo, terremotos e enchentes (Foto: Divulgação)

A técnica também permite manutenção e reparos muito mais práticos e rápidos que o sistema convencional, já que basta recortar o pedaço da estrutura afetado por um vazamento, por exemplo, para que ele seja corrigido, e recolocá-lo em seguida, sem o quebra-quebra tradicional.

A construção a seco também é muito resistente a trincas, fissuras e rachaduras, tanto é que está entre as tecnologias mais usadas nas regiões que sofrem com terremotos e outros problemas causados pela ação da natureza.

Top