Conheça as cirurgias corretivas da face

Existem algumas cirurgias capazes de corrigir possíveis defeitos da face. Os problemas podem ser decorrentes de acidentes, traumas, ou doenças adquiridas. Para o procedimento…

Por Editorial MDT em 23/12/2011

Cirurgias corretivas da face

Existem algumas cirurgias capazes de corrigir possíveis defeitos da face. Os problemas podem ser decorrentes de acidentes, traumas, ou doenças adquiridas. Para o procedimento de correção são necessários cirurgiões plásticos e de cabeça e pescoço.

Três cirurgias que são muito utilizadas para melhorar a estética do indivíduo são: a otoplastia, a mentoplastia e a cirurgia ortognática.

Otoplastia

A otoplastia é a cirurgia realizada para corrigir deformidades na orelha externa, como o caso da “orelha de abano”. Mas, também é feita em caso de traumas.

Como a alteração auricular pode trazer malefícios em relação ao psicológico da pessoa, muitos jovens e adultos buscam a cirurgia de correção do problema para se sentirem melhores.

Para mais informações, leia: cirurgia de correção de orelhas de abano

Prognatismo

Mentoplastia

A mentoplastia é a cirurgia para correção de deformidades no mento ou queixo. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas, decorrentes de traumatismos, além de ocasionadas por outras doenças.

Como em toda cirurgia estética, a indicação de tratamento deve partir da vontade do próprio paciente.

Essa modalidade de cirurgia pode realizar diversos movimentos com o queixo: retroposicionar, avançar, encurtar ou alongar, além de corrigir desvios ou alterar a forma.

O tratamento cirúrgico normalmente é feito através de cortes na região interna da boca, não deixando cicatrizes externas. A pele é descolada e uma incisão é feita no osso para que o médico possa reposicioná-lo e fixá-lo. No final, a pele se acomoda à nova estrutura.

Nessas cirurgias, também podem ser utilizadas próteses, dependendo do resultado que se deseja.

Cirurgia ortognática

A Cirurgia Ortognática reúne um grupo de procedimentos cirúrgicos que tem como objetivo corrigir as deformidades dento-faciais. Normalmente esses problemas são resultados de defeitos das arcadas dentárias ou ossos da face, que se tornam irregulares em relação à base do crânio. São, normalmente defeitos muito visíveis, que prejudicam a estética do indivíduo.

Existem alguns tipos de deformidades dento-faciais:

Micrognatismo ou Retrognatismo: A mandíbula, que é a parte inferior da face, se apresenta menor que o maxilar, parte superior. Quando isso ocorre, podem ser feitas cirurgias para encurtar o maxilar ou alongar a mandíbula.

Prognatismo: A mandíbula se encontra maior do que o maxilar, por isso, reduz-se a mandíbula ou a empurra para trás.

Assimetria labial

Top