Conheça a bolsa de valores de Startups: saiba mais

Brasileiros que gostam de empreender já podem levantar capital sem precisar de investidores ou incubadoras. Isso porque uma Bolsa de Valores que tem como…

Brasileiros que gostam de empreender já podem levantar capital sem precisar de investidores ou incubadoras. Isso porque uma Bolsa de Valores que tem como alvo a startups foi inaugurada em junho desse ano na ilha caribenha de Curaçao. O mecanismo desse negócio é muito simples: somente empresas novas, recém-inauguradas, podem negociar suas ações na SSX (sigla em inglês).

Invista na bolsa de valores (Foto: Divulgação)

Bolsa de Valores Startups: investimento mínimo

Um outro ponto que chama muita a atenção de quem tem contato com a Bolsa de Valores para startups é que ela não exige um valor mínimo de investimento. Também não tem valor máximo estipulado para ser movimentado. Porém, as mais de 90 empresas inscritas no projeto querem entre US$ 100 mil e US$ 3 milhões.

Do mesmo jeito que ocorre no processo de listagem de ações comum, as bolsas de valores startups também têm de determinar um valor que pretendem atingir e a quantidade de ações que serão colocadas no mercado.

Bolsa de Valores para startups não funcionam nos EUA e Canadá

A chamada SSX não funciona nos EUA ou Canadá, já que seu principal foco é auxiliar startups em países com economias mais difíceis, como é o caso do Brasil, por exemplo. Cerca de seis organizações do Brasil já se inscreveram na bolsa e aguardam liberação. A previsão é que, ao menos, dez empresas nacionais efetivem um IPO (oferta pública inicial) por meio da SSX.

A bolsa de valores Startups é diferente e atende empresas novas (Foto: Divulgação)

Como entrar na Bolsa de Valores de Startups?

O processo para a ingresso na Bolsa de Valores de Startups é dividido em seis etapas. Sendo que a primeira etapa tem como foco as companhias que enviam um sumário executivo. Depois disso, essa companhia passa por um processo de gestão conjunta e, a partir daí, são aprovadas ou eliminadas do projeto. A autoridade de valores imobiliários é quem dá a decisão final sobre a empresa no negócio localizado na ilha caribenha, parceira operacional da SSX.

Leia Também:  IPVA 2016: Preços, pagamento

O custo para as organizações que chegam até o fim de processo de seleção da bolsa é de US$ 5.525, mais uma taxa de 1,5% sobre o valor arrecadado. Se você gostou da ideia desse projeto acesse https://www.startup.sx/ e veja o passo a passo de como ingressar no negócio.

Top