Concurso Inspetor Polícia Civil 2011

A carreira militar sempre foi respeitada pela sociedade e uma boa parte dos jovens desde muito cedo decide segui-la. Além de oferecer muitos benefícios,…

Por Redacao em 07/07/2011

A carreira militar sempre foi respeitada pela sociedade e uma boa parte dos jovens desde muito cedo decide segui-la. Além de oferecer muitos benefícios, a função tem várias oportunidades de contratação em todo o Brasil. Se você deseja uma chance de trabalhar nesta área, aproveite para prestar o concurso para inspetor de polícia, que vai acontecer no Nordeste em 2011.

Para prestar o concurso, você precisa ter nível superior, em qualquer área, sendo que possuir a carteira nacional de habilitação (CNH) é diferencial competitivo, porque dentro das atribuições do cargo há a necessidade de, em algumas oportunidades, dirigir a viatura de polícia. Ao todo, no Nordeste, serão selecionados cerca de 740 candidatos para fazer parte do cadastro reserva do cargo. Este concurso seleciona profissionais para o estado do Ceará, sendo o órgão responsável pela aplicação a Cesp UNB, especialista em aplicar concursos em várias localidades do Brasil.

Ainda não há informações mais detalhadas sobre o concurso, já que o edital ainda não foi publicado. Também não há previsão sobre a abertura de inscrições. O que se conseguiu apurar até aqui é que o concurso será realizado em breve e que o salário inicial está em R$ 42.000,00, o que já pode ser considerado um bom incentivo para aqueles que têm como objetivo fazer uma carreira nesta área.

Mas o que realmente faz um inspetor de polícia? Qual a sua função principal? Além de praticar atos de polícia repressiva e ostensiva especializada, o inspetor de polícia tem a atribuição de realizar atos investigatórios, levantar provas e trazê-las para os autos do Inquérito Policial, determinações muito específicas da Polícia Judiciária. Outras funções que o investigador desempenha:

– Proceder a ações e pesquisas investigativas, para o estabelecimentos das causas, circunstâncias e autoria das infrações penais e administrativas

– Efetuar diligências policiais, mandados de prisão, mandados de busca e apreensão, e outras determinações da autoridade competente.

– Participar na gestão de dados, informações e conhecimentos pertinentes à atividade investigativa e na execução de prisões.

– Executar as ações necessárias para a segurança das investigações.

– Coletar dados objetivos e subjetivos pertinentes aos vestígios encontrados em bens, objetos e locais de cometimento de infrações penais, descrevendo suas características e condições, para os fins de apuração de infração penal e administrativa.

– Diligenciar para o cumprimento de atos interlocutórios e expedir, mediante requerimento e despacho da autoridade policial, certidões e traslados.

– Preencher livros de sua responsabilidade: controle de presos, de viatura, de apreensão de veículos, etc.

– Executar a busca pessoal, a identificação criminal e dactiloscópica de pessoas (na ausência do Papiloscopista Policial) para captação dos elementos indicativos de autoria de infrações penais.

Por se tratar de uma profissão que desperta sentimentos controversos na população, ao mesmo tempo em que enfrenta rebeliões, o policial pode deparar-se com cenas de agradecimento e reconhecimento de seu esforço profissional, o candidato a esta carreira deve estar muito bem preparado emocional e fisicamente, além de sempre estar se atualizando e aumentando sua bagagem de conhecimentos e cultura.

Se deseja seguir este caminho, fique atento às informações que serão divulgadas sobre inscrições para o concurso, datas de provas e conteúdo a ser estudado. A Cesp UNB deve anunciar em breve as novidades sobre este assunto. Os candidatos também podem obter informações através do site da CESP. Acesse e confira.

 

 

 

Top