Conar decide manter no ar comercial da Hope com Gisele Bundchen

O Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária (Conar) recomendou o arquivamento do processo de representação do comercial da marca Hope que tem como garota propaganda…

O Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária (Conar) recomendou o arquivamento do processo de representação do comercial da marca Hope que tem como garota propaganda a modelo Gisele Bünchen.  A decisão foi tomada em primeira estância de forma unânime. A entidade considerou que os estereótipos presentes na propaganda são comuns e não desmerecem a condição feminina.

Na propaganda “Hope Ensina”, a top model mostra formas diferentes para dar notícias ruins ao marido, como ter batido o carro ou estourado o limite do cartão de crédito. Inicialmente, Gisele é mostrada revelando os problemas vestindo roupas comuns, tida como a forma errada. Já na segunda, a modelo usa apenas calcinha e sutiã e esta é vista como a forma correta, incentivando brasileiras a usar a sensualidade.

A polêmica foi maior porque a autora da representação contra a campanha foi a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, sob argumento de que se tratava de uma peça publicitária sexista. Em nota divulgada por meio de assessoria de imprensa, a Secretaria afirmou que acatará a decisão do Conar.

Top