Compulsão por comida: como tratar

Muitas pessoas possuem problemas com a comida, por vezes, por comerem em excesso. Geralmente, elas não têm controle sobre o apetite e acabam comendo…

Por Editorial MDT em 27/12/2012

Muitas pessoas possuem problemas com a comida, por vezes, por comerem em excesso. Geralmente, elas não têm controle sobre o apetite e acabam comendo mais do que deveriam e assim, acabam sofrendo as consequências da comilança. Tendo isso em vista, separamos algumas informações sobre como tratar a compulsão por comida.

Conheça mais sobre os sintomas da compulsão alimentar.

Saiba como combater a compulsão alimentar. (Foto: divulgação)

A falta de saciedade alimentar

É comum nos depararmos com pessoas que não conseguem ter controle sobre o que come durante o dia. Devido a isso, acabam abusando da quantidade de alimentos ingeridos, contribuindo para o acúmulo de gordura corporal. Além disso, o excesso de comida impede que o organismo envie uma resposta de saciedade adequada ao cérebro, aumentando cada vez mais a vontade de comer.

O perigo do excesso

O exagero na hora de comer pode proporcionar sérios problemas à saúde do indivíduo. Entre as consequências desse distúrbio, a pior delas, é o acúmulo de gordura corporal que pode colaborar com o desenvolvimento de sérias doenças. Além disso, o acúmulo de açúcar no sangue pode proporcionar um desequilíbrio no metabolismo, colaborando com o aparecimento de diabetes.

Bulimia X compulsão alimentar

Diferente da bulimia, a compulsão alimentar não é acompanhada do uso diário de purgantes, nem do excesso de exercícios físicos. Na verdade, a compulsão é o resultado de um transtorno que afeta pessoas que já estão acima do peso. Isso porque, muitas vezes, elas já se sentem culpadas pelo excesso de peso e acabam comendo mais do que deveriam, pois encontram na comida o “conforto”.

A compulsão alimentar afeta, principalmente, os indivíduos obesos. (Foto: divulgação)

A compulsão e o psicológico

A maioria das pessoas que estão acima do peso e que possuem compulsão alimentar, apresentam outros tipos de distúrbios psicológicos. Dessa forma, esses indivíduos podem apresentar concomitante ao transtorno alimentar:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Transtorno de personalidade.

Além disso, devido ao excesso de consumo de alimentos gordurosos e não saudáveis, as pessoas compulsivas podem apresentar outros tipos de problemas, como doenças cardiovasculares e pressão alta.

Buscando tratamento adequado

A principal forma de combater a compulsão alimentar é buscando ajuda de profissionais especializados. Entre eles podemos citar:

  • Psicólogo;
  • Nutricionista;
  • Psiquiatra;
  • Preparador físico.

Esse último é primordial no combate à obesidade, pois ele avaliará as condições físicas do indivíduo, de forma a preparar e organizar as atividades físicas que serão realizadas ao longo do dia. Isso tudo visando a perda de peso e a qualidade de vida.

O excesso de comida pode contribuir com o desenvolvimento de diversos problemas de saúde. (Foto: divulgação)

Muitas pessoas que se encontram acima do peso, sofrem com os sintomas do transtorno alimentar. A maioria desses indivíduos são portadores de compulsão alimentar. Assim, é essencial buscar a ajuda de um especialista, de forma a combater o problema.

Saiba como evitar comer por impulso.

Top