Comprar da China: cuidados

Mesmo com a crise, a economia chinesa continua em ascensão no mercado internacional. O país é umas principais potências econômicas da atualidade e, ao…

Por Paulo Lima em 23/02/2012

A China se tornou um mercado atrativo para a maioria dos consumidores

Mesmo com a crise, a economia chinesa continua em ascensão no mercado internacional. O país é umas principais potências econômicas da atualidade e, ao lado de Brasil, Índia, Rússia e África do Sul, faz parte do bloco das nações emergentes.

Por causa disso, a China se tornou o alvo preferido de algumas empresas, principalmente das fabricantes de equipamentos eletrônicos. Grupos como a Apple, Sony, Dell, entre outros, escolhem o país para produzir suas mercadorias, tendo em vista os benefícios que eles encontram em território chinês, como incentivos fiscais e mão de obra barata.

Comprar produtos da China pela internet

Estes fatores acabam interferindo no preço final da mercadoria, que sai bem mais em conta. E por causa deste custo reduzido, muitos consumidores têm optado por comprar diretamente da China, usando serviços online. Vários sites colocam a disposição dos internautas produtos do mercado chinês que podem ser adquiridos através da internet.

O portal Compre da China, por exemplo, oferece uma ampla variedade de itens do segmento de beleza e saúde, eletroeletrônico, informática etc. Na página, você pode pesquisar, navegar em cada categoria, conferir as promoções disponíveis, consultar prazos de entrega e muito mais.

Entretanto, vale lembrar que a compra pela internet não é 100% segura, principalmente ao analisar os riscos que se corre ao fazer este tipo de negócio. Uma das desvantagens são os impostos cobrados pela alfândega. Além disso, tem a questão do tempo, já que a entrega das mercadorias é feita por navio. Sendo assim, é preciso esperar algumas semanas para tê-la em suas mãos.

Como são transportadas de navio, a mercadoria pode demorar um pouco para chegar em suas mãos

Sem contar que, caso ela venha com defeito, você vai encontrar uma dificuldade enorme para resolver o problema. E, ao contrário do que se imagina, isso não é algo raro, principalmente quando se trata de equipamentos eletrônicos (celulares, iPads, iPhones, câmeras digitais), que são extremamente sensíveis.

Porém, isso não quer dizer que você não pode fazer uma compra tranquila. Basta seguir algumas orientações, como adquirir um item de cada vez, para evitar a taxação na alfândega brasileira; ver se a página possui sistema PayPal, o mais seguro do mundo; rastrear a mercadoria usando este mesmo serviço, entre outros.

Comprar produtos da China em lojas

Outra opção é procurar lojas especializadas na venda de artigos importados diretamente da China. Mas, ao visitar este tipo de estabelecimento, você deve tomar alguns cuidados, como avaliar a qualidade do material, exigir a nota fiscal e ver quais são as garantias do vendedor.

Aproveite as nossas sugestões e boas compras!

Top