Como vender mais no comércio eletrônico

Vende-se de tudo por meio da internet, contudo é importante que seja cobrado um valor justo e que o atendimento seja rigorosamente correto, amparando…

Por Élida Santos em 07/02/2012

A compra online cresceu, assim como as reclamações (Foto: Divulgação)

Vende-se de tudo por meio da internet, contudo é importante que seja cobrado um valor justo e que o atendimento seja rigorosamente correto, amparando o cliente nas mais diversas situações. Com o aumento no número de comércios eletrônicos as reclamações também cresceram, atingindo o segundo lugar no índice do Procon, perdendo somente para as empresas de telefonia, que continuam sendo o maior alvo de queixas. Esse é um dos motivos que deve fazer com que o seu e-commerce seja tratado de maneira cuidadosa, ou seja, com o máximo de atenção em mínimos detalhes.

A praticidade deve ser uma prioridade (Foto: Divulgação)

Lembre-se que a pessoa que realiza compras através da internet busca, em primeiro lugar, a praticidade, já que esse consumidor pode pesquisar preço e efetivar a aquisição sem sair de casa, com apenas um clique. No ano passado (2011), as vendas online cresceram 21% atingido a arrecadação de R$ 21,5 bilhões. Esse mercado é promissor e só tende a crescer, porém, antes de se aventurar na web, veja abaixo algumas dicas para ampliar suas vendas:

1. Priorize a praticidade

O layout do seu portal de vendas deve ser o mais básico e agradável possível. Nada de encher de vídeos e fotos carregadas. A pessoa que compra por meio da internet não tem tempo de ficar esperando o site carregar. Destaque os produtos e separe-os por segmento. A navegação e o procedimento de compra deve ser prático e seguro.

2. Não crie páginas longas

É muito comum ver lojas virtuais com páginas “sem fim”. Você clica na barra de rolagem para ver tudo o que tem no site e a tal página nunca termina. Esse erro é muito comum, porque os empreendedores querem lotar o portal eletrônico de produtos, mas em apenas um lugar. Coloque somente o necessário. Nada de exageros.

3. Custo com frete

O diferencial no valor de uma loja virtual para outra muitas vezes é o frete, que pode variar. Porém, nem sempre o consumidor tem essa informação em um local de fácil visualização. Se esse encargo não for cobrado, coloque um banner explicando, e se for necessário pagar o envio do item, deixe isso claro e disponibilize uma forma da pessoa simular esse custo.

Agregue credibilidade ao produto e ao site (Foto: Divulgação)

4. Use imagens com boa resolução

Sempre que possível, seja o autor das suas fotos. Poste várias imagens do item que está sendo vendido e com uma boa resolução. O que não quer dizer que o retrato deve estar muito “pesado”. Crie um padrão e siga para que o portal fique sempre com imagens em tamanhos iguais.

5. Passe credibilidade

O índice de 60% de aumento nas reclamações tendo como alvo sites de e-commerce fez com que os clientes ficassem ainda mais atentos. Antes de fazer qualquer aquisição, eles avaliam a credibilidade do portal, pesquisam informações na web e em órgão de defesa do consumidor. Por isso, seja transparente, divulgue telefone de contato, endereço e e-mail, que por sinal, deve ser respondido o mais breve possível. Seguindo essas orientações ficará mais fácil conquistar o sucesso não só no mundo virtual, mas também na realidade dos negócios.

Top