Como usar a restituição do IR?

A partir desta segunda-feira (17), a Receita Federal está disponibilizando o primeiro lote do Imposto de Renda Pessoa Física 2013 para 1,99 milhão de…

A partir desta segunda-feira (17), a Receita Federal está disponibilizando o primeiro lote do Imposto de Renda Pessoa Física 2013 para 1,99 milhão de contribuintes. Nesta leva, há uma estimativa de pagamento equivalente a R$ 2,8 bilhões.

A Receita já liberou o primeiro lote do Imposto de Renda Pessoa Física 2013. (Foto:Divulgação)

A reinstituição é um procedimento no qual o sujeito é ressarcido pela Receita Federal em casos de pagamento a mais do que era esperado. Diferentes gastos podem ser reinstituídos, como contribuições sociais previdenciárias, salário-maternidade e salário família.

Todos os anos, a Receita Federal costuma depositar as restituições em sete lotes mensais. O pagamento segue a ordem de prioridade, favorecendo os contribuintes com 60 anos ou mais e aqueles que são portadores de doenças graves. Após os pagamentos baseados neste critério, a Receita passa a respeitar a data de entrega das declarações como ordem.

Para receber o dinheiro, é fundamental que a conta corrente esteja registrada corretamente na Receita Federal. A consulta à reinstituição de IR 2013 pode ser feita através do Receitafone (número 146, opção 3).

Reinstituição de IR: como usar o dinheiro?

Antes de receber a restituição de IR, o contribuinte precisa ter um plano para aplicar o dinheiro. Confira a seguir os cuidados que devem ser tomados ao usar o dinheiro reinstituído:

O dinheiro pode ser usado para pagar dívidas. (Foto:Divulgação)

• Para usar o dinheiro da reinstituição, é necessário considerar o objetivo financeiro;

• Se o dinheiro reinstituído for usado para pagar dívidas atrasadas, é importante avaliar com atenção as multas e juros cobrados. Com o dinheiro em mãos, fica mais fácil renegociar e pagar valores acessíveis;

• A reinstituição pode ser usada para antecipar o pagamento de uma dívida. Neste caso, vale a pena pedir desconto;

Leia Também:  Empréstimo Para Militares

• A pressão pelo consumo deve ser evitada ao máximo. O plano de investimento pode ser executado antes mesmo de o dinheiro cair na conta, através de uma aplicação programada;

• As dívidas com os juros mais altos devem ter preferência no uso da reinstituição de IR;

• O contribuinte pode se sentir a vontade para gastar a reinstituição, desde que os recursos não sejam utilizados para iniciar novas dívidas;

Com a reinstituição, é possível criar uma reserva financeira. (Foto:Divulgação)

• O dinheiro reinstituído pode ser usado para criar uma reserva financeira. A quantia guardada será de grande ajuda em casos de situações de emergência no futuro;

• A reinstituição também ajuda a pagar as parcelas atrasadas de um financiamento;

• Se a situação financeira é mais confortável, o contribuinte pode deixar o dinheiro na conta corrente para usar nos gastos cotidianos;

• Se a conta corrente não estiver correta ou inativa, é necessário alterar dados bancários para reinstituição de IR.

Top