Como tratar os bebês que nascem com Microcefalia

Aprenda como tratar bebês que nascem com microcefalia. Essa condição neurológica causa deficiências cognitivas e motoras, por isso é fundamental adotar alguns cuidados no…

Aprenda como tratar bebês que nascem com microcefalia. Essa condição neurológica causa deficiências cognitivas e motoras, por isso é fundamental adotar alguns cuidados no prognóstico.

Como tratar os bebês que nascem com Microcefalia. (Foto Ilustrativa)

Como tratar os bebês que nascem com Microcefalia. (Foto Ilustrativa)

A microcefalia é uma condição em que o bebê nasce com o cérebro e o crânio menores do que o normal. O problema pode ser genético ou estar associado à desnutrição grave, infecção congênita, rubéola, toxoplasmose e falta de oxigênio no cérebro. A microcefalia costuma ser diagnosticada logo nos primeiros exames após o nascimento.

Leia mais: Entenda o que é Microcefalia

Nos últimos meses, a microcefalia se transformou em um tema muito discutido na área médica. Após um aumento no número de bebês microcefálicos, o Ministério da Saúde confirmou que a condição neurológica está associada aos casos de Zika vírus em gestantes. Essa doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, assim como a dengue.

O número de bebês com microcefalia está aumentando no Brasil, especialmente em Pernambuco, Bahia e Paraíba. De acordo com o informe epidemiológico mais recente do Ministério da Saúde, há 3.530 casos suspeitos da malformação.

Como tratar os bebês que nascem com Microcefalia

Uma criança com microcefalia precisa de cuidados especiais. (Foto Ilustrativa)

Uma criança com microcefalia precisa de cuidados especiais. (Foto Ilustrativa)

O tamanho limitado do cérebro faz com que a criança apresente problemas de desenvolvimento ao longo de toda a vida. Ela pode sofrer com dificuldades motoras, convulsões, dislexia, problemas na fala e déficit intelectual. A maturidade também não costuma acompanhar a idade biológica, ou seja, um microcéfalo de 16 anos pode ter idade mental de uma criança de 5 anos.

Veja a seguir algumas dicas de como tratar os bebês que nascem com Microcefalia:

Procure um médico

Se houver forte suspeita de microcefalia, o recomendado é procurar um médico para fazer os exames e assim obter um diagnóstico seguro. O profissional da saúde também oferecerá orientações importantes para cuidar da criança da melhor forma possível, de acordo com os graus de deficiência.

Saiba mais: Doenças mais comuns na gravidez

Providencie uma equipe multidisciplinar

O acompanhamento multidisciplinar deve acontecer o quanto antes. (Foto Ilustrativa)

O acompanhamento multidisciplinar deve acontecer o quanto antes. (Foto Ilustrativa)

A criança microcefálica apresenta diversas deficiências, por isso ela vai precisar de uma equipe multidisciplinar ao seu dispor. O tratamento, baseado em estímulos, deve começar o quanto antes, contando com fisioterapeuta, neuropediatra, fonoaudiólogo e psicólogo.

Procure centros especializados

Já existem no Brasil alguns centros especializados, ou seja, que oferecem atendimento multidisciplinar para crianças com deficiências. O Hospital da Criança de Brasília, por exemplo, é referência nesse sentido. O único problema da assistência gratuita é a fila de espera.

Para atender uma demanda crescente de bebês com microcefalia, o Ministério da Saúde criou uma portaria que prevê a inauguração de Centros Colaboradores nos estados com casos registrados.

Veja também: Dicas de prevenção contra Chikungunya e Zika

Agora você já sabe como tratar os bebês que nascem com microcefalia. O diagnóstico é sério, não tem cura e requer cuidados especiais. Continue no Mundo das Tribos e veja outras matérias sobre saúde.

 

Top