Editorial MDT 28/04/2011 Notícias

A conjuntivite é uma infecção presente em adultos e crianças. Pode ser uma reação alérgica, bactérias ou então um vírus. A alérgica é uma das mais contagiosas. Uma das maiores preocupações da mãe é quando a criança acaba contraindo a infecção, pois além da irritação dos olhos, a conjuntivite pode causar dor e ser difícil de curar, se feito o tratamento inadequado. O primeiro passo é isolar a criança, ou seja, afastar da escola e de contatos muitos próximos com familiares. A “doença”, se assim podemos chamá-la, é altamente contagiosa e pode se tornar uma epidemia em poucos dias. Separe toalha e demais acessórios que a criança por ventura encoste nos olhos. A conjuntivite pode aparecer por diferentes situações e nem sempre pode ser evitada. Existem algumas precauções que se tomadas podem amenizar os riscos de se contrair a doença.

Entre essas precauções, podemos citar:

• Evitar pegar crianças pequenas no colo;

• Não use lentes de contato durante esse período;

• Evitar banhos de sol.

• Não coçar os olhos;

• Aumentar a frequência com que troca as toalhas do banheiro e sabonete ou use toalhas de papel para enxugar o rosto e as mãos;

• Lavar as mãos frequentemente;

• Evitar aglomerações ou frequentar piscinas de academias ou clubes e praias;

• Lavar com frequência o rosto e as mãos uma vez que estas são veículos importantes para a transmissão de microrganismos patogénicos;

• Evitar contato direto com outras pessoas;

• Trocar as fronhas dos travesseiros diariamente enquanto perdurar a crise;

• Não compartilhar o uso de esponjas, rímel, delineadores ou de qualquer outro produto de beleza;

Muitos pais pesquisam sobre como cuidar de conjuntivite em crianças. O tratamento é quase que o mesmo usado em adultos, a diferença é que é algo mais urgente, pois, se acontece em um bebê, por exemplo, a situação pode parecer muito mais grave do que realmente é. Outro detalhe é a dor. Alguns colírios mais fortes e eficazes podem causar queimação na hora da aplicação. Em crianças, essa dor pode ser evitada com colírios desenvolvidos especialmente para os pequenos. Dependendo da idade da criança e do grau da infecção, a cura pode acontecer de três dias à uma semana.

Existem diferentes tipos de conjuntivite. Identificar qual atingiu a criança é muito importante, pois assim pode-se fazer o tratamento exato. A conjuntivite alérgica, por exemplo, é aquela que ocorre em pessoas predispostas a alergias (como quem tem rinite ou bronquite, por exemplo) e geralmente ocorre nos dois olhos. A conjuntivite tóxica é causada por contato direto com algum agente tóxico, que pode ser algum colírio medicamentoso ou alguns produtos de limpeza, fumaça de cigarro e poluentes industriais. A conjuntivite infecciosa é transmitida, mais freqüentemente, por vírus ou bactérias e pode ser contagiosa. Então como tratar conjuntivite infantil?

O tratamento para conjuntivite infantil é feito com antibióticos, colírios antiinflamatórios e antihistamínicos. Enxaguar o olho com soro fisiológico também é uma medida para amenizar o problema

 

Outros artigos

Kia Motors – Modelos Carros 2010

06/04/2010

Kia Motors – Modelos Carros 2010

Certamente você deve estar curioso para saber quais são os lançamentos da KIA para Ester ano não é mesmo, saiba que ela preparou algumas novidades sim para o mer...

Consórcio Nacional Gazin

08/06/2010

Consórcio Nacional Gazin

Se você quer abrir um consorcio então saiba que uma das melhores oportunidades estão sendo cedidas pela Gazin, saiba que por intermédio do site você encontra mui...

Quermesse  Em Santo André 2015

16/06/2015

Quermesse Em Santo André 2015

Quermesse em Santo André 2015 é o que você está procurando? Então saiba que as paróquias já começaram a se organizar para realizar as festas e receber a comunidade. ...