Como tratar a afta

Como tratar a afta

Algumas pessoas sofrem com os sintomas da afta, que pode proporcionar tanto incômodo que necessita de tratamento específico. Saiba como tratar a afta. Conheça…

Por Editorial MDT em 03/07/2013

Algumas pessoas sofrem com os sintomas da afta, que pode proporcionar tanto incômodo que necessita de tratamento específico. Saiba como tratar a afta.

A afta é um problema muito comum em nosso meio. (Foto: divulgação)

Conheça mais sobre a afta

A afta também é conhecida como estomatite aftosa e é uma enfermidade que acomete mais comumente a mucosa oral. Ela é caracterizada como áreas de erosões, de coloração branco-amarelada, com contorno avermelhado, podendo ter múltiplas ou pequenas manifestações.

Aprenda a origem do problema

Até o momento, a fisiopatologia da afta ainda não é muito conhecida. Em geral, ela é uma das diversas manifestações que o organismo pode desenvolver, podendo ter diferentes mecanismos relacionados a suas causas. Segundo especialistas, a afta tem relação direta com problemas imunológicos.

Aprenda a reconhecer as manifestações

Um indivíduo que apresenta afta costuma manifestar uma sensação de formigamento ou incômodo na mucosa oral, podendo aparecer um ponto vermelho dentro de 4 a 24 horas. Com o passar do tempo, o local vai apresentando uma coloração esbranquiçada, manifestando uma ferida no centro da lesão.

Alguns alimentos colaboram com a manifestação da afta. (Foto: divulgação)

Causas relacionadas a afta

Alguns alimentos e frutas ácidas podem colaborar com a formação da afta. Além disso, outros fatores podem estar associados ao desenvolvimento do problema, conheça alguns:

  • Doenças sistêmicas;
  • Problemas imunológicos;
  • Deficiências nutricionais;
  • Alergias;
  • Estresse;
  • Doenças auto-imunes;
  • Reações a diversos tipos de tratamentos, como por exemplo, a quimioterapia.

Em torno de 10% da população mundial sofre com os sintomas da afta, sendo que as mulheres são mais comumente acometidas, quando comparadas aos homens.

Evolução da afta

A lesão da afta costuma regredir em torno de 1 a 2 semanas. Porém, ela pode persistir por mais tempo. Em alguns casos, é necessária a manutenção de uma higiene bucal, além de evitar a ingestão de alguns alimentos ácidos, apimentados e salgados que colaboram com o desenvolvimento do problema. Esses produtos podem irritar a afta e levar ao aparecimento de diversos sintomas ao indivíduo. Para aliviar as manifestações e prevenir a afta, é possível utilizar alguns medicamentos a base de gel que contenham em sua composição um anestésicos e um antissépticos. Estes auxiliam na limpeza de detritos e bactérias que se acumulam e podem colaborar com a manifestação das úlceras.

Tratamento da afta complicada

Em alguns casos, a afta mais severa necessita de um tratamento mais específico. Assim, é ideal o uso de antibióticos e esteroides, sendo ideal a supervisão de um profissional.

Saiba mais sobre o tratamento da afta. (Foto: divulgação)

Muitos indivíduos sofrem com o incômodo da afta. Em alguns casos, ela necessita de tratamento adequado, sendo necessária a utilização de medicamentos específicos para combater o problema.

Top