Como se defender de um cão feroz?

Como se defender de um cão feroz?

Todas as pessoas um dia já passaram pela desagradável situação de visitar um entre querido e sofrer com um cachorrinho que definitivamente era um…

Por Paulo Lima em 08/07/2013

Todas as pessoas um dia já passaram pela desagradável situação de visitar um entre querido e sofrer com um cachorrinho que definitivamente era um animal de poucos amigos, ou ainda, ter um companheiro deste em casa.

Entretanto, as razões que levam um cão a ser feroz vão muito além da relação criada entre o dono e o pet, de forma que tomar os devidos cuidados com ele se torna primordial para assegurar o seu conforto e bem estar. Saiba mais:

Veja como lidar com um cãozinho feroz (Foto: Divulgação)

Como se defender de um cão feroz

A melhor maneira de se defender de um cão bravo é prevenir os seus ataques. Isto é, a psicologia canina atua sempre de maneira oposta quando o pet se sente ameaçado, de forma que ele começará a adotar uma postura capaz de denunciar um ataque.

O comportamento de um cão feroz demonstrará que ele começará a latir, rosnar ou até mesmo a lançar um olhar ameaçador, partindo para o ataque sem que a vítima espere. Por isso, procure não olhar nos olhos do pet neste momento e adote uma postura pacífica que não transmita medo, mas sim confiança para que o animal perceba que ele na verdade é quem está invadindo o seu espaço.

A melhor maneira de se defender de um cão feroz é prevenir um ataque repentino (Foto: Divulgação)

Depois disso, vale a pena iniciar um curso para treinar cães a fim de orientar o pet a ter um comportamento mais adequado e menos ofensivo às pessoas que possam eventualmente visitar a sua casa.

Como ajudar um cão feroz

Existem casos de pessoas que sacrificam um animal pelo fato deste ter se tornado feroz, porém esta atitude, além de revelar imaturidade e irresponsabilidade por parte dos donos, não é uma solução que acabará com este comportamento nos cães de uma forma geral. Lidar com um cão nervoso é lidar com um animal infeliz, que pode estar inclusive passando pelo problema de estresse em cães, dentre tantas outras doenças que alteram o comportamento do pet. Desta forma, vale a pena recorrer a um veterinário de sua confiança para que uma bateria de exames seja efetuada a fim de detectar o problema, solucionando-o então de uma maneira simples, barata e eficiente.

Estimule a mudança de comportamento através das brincadeiras e treinamento (Foto: Divulgação)

Lembre-se também de procurar estimular brincadeiras e atividades que animem o animal, porém use roupas grossas e proteção, levando consigo objetos adicionais para que o cachorro morda no caso de uma tentativa de atacá-lo repentinamente durante as brincadeiras.

Top