Como sair das dívidas em 2022 – Dicas Práticas

Isabella 14/12/2021 Economia

Um ano novo se inicia e com ele novos boletos aparecem. Muitos brasileiros já começam o ano com dívidas e precisam de uma ajuda para sair do vermelho. Se esse é o seu caso, descubra como sair das dívidas em 2022 e ficar no azul.

Continue lendo para saber como cuidar da sua vida financeira.

Como sair das dívidas rapidamente?

Para encerrar o ciclo de mau endividamento de uma vez por todas, é preciso aprender a equacionar melhor seus gastos partindo do quanto você recebe mensalmente e o quanto possui de dívidas. 

Com isso em mãos, elabore um planejamento financeiro e trace prioridades de pagamentos. Especialistas indicam a formulação de uma lista ou tabela para inserir todos os compromissos financeiros e ter uma visualização mais ampla de como poderá lidar com seus custos mensais, definindo uma estratégia para a quitação das dívidas antigas.

Tenha em mente que a principal dica sobre como sair das dívidas é acabar com os débitos que possuem juros maiores, como o cheque especial, trocando por dívidas mais baratas. Outra possibilidade é renegociar a dívida diretamente com o credor.  

Ao visualizar as finanças organizadas, acredite: você vai ter uma noção mais ampla de como quitar dívidas e lidar melhor com seus custos mensais.

Dicas práticas para sair das dívidas em 2022

Sabemos que estar endividado é uma dor de cabeça, mas com alguns passos você pode solucionar os seus problemas financeiros para ficar no azul. Confira:

1 – Anote tudo

Para controlar as suas contas, lembre-se de anotar todos os gastos. Assim, você saberá exatamente para onde o seu dinheiro está indo. Outro ponto é não se perder em meio a vários pagamentos que precisam ser feitos. Use planilhas e confira todos os meses.

2 – Tenha metas financeiras

Um dos seus objetivos para 2022 pode ser sair das dívidas até o fim do ano. Com essa meta em mente, você pode separar as dívidas mais importantes e criar estratégias, como o pagamento das contas mais caras ainda no primeiro semestre. Além disso, você também pode dividir as metas por mês, e dar um passo de cada vez.

3 – Organize o orçamento

Uma atitude fundamental para sair do vermelho e se livrar das dívidas é organizar o seu orçamento. Você pode usar um aplicativo de smartphone, uma planilha do computador ou até mesmo um caderno. Aqui o que importa é que você anote todo o dinheiro que você recebe no mês e todos os gastos.

Anote no recebido seu salário, bônus, aposentadoria, dinheiro de bicos, entre outros. E os gastos precisam ser detalhados, para você conseguir cortar o que é desnecessário.

4 – Fale com a sua família

É muito importante envolver toda a família na organização do orçamento e no processo de acabar com as dívidas. Cada membro da sua casa pode ajudar com ideias para diminuir as contas ou conseguir mais dinheiro, como um trabalho extra ou venda de itens que vocês não usam mais.

5 – Enxugue os gastos

Enquanto você está com dívidas, fica difícil realizar sonhos maiores. Então, por um período será necessário apertar o cinto e cortar alguns gastos. Lembre-se das pequenas economias, como:

  • Apagar a luz do quarto quando sair;
  • Colocar o chuveiro na posição verão no período de calor;
  • Juntar as roupas para usar a máquina de lavar na capacidade máxima.

Saiba que o estilo de vida e as necessidades de cada família vão indicar quais gastos podem ser cortados. Mas não se esqueça de que para sair das dívidas, você vai precisar fazer um esforço.

6 – Busque uma renda extra

Às vezes, não basta enxugar as contas, porque mesmo com todos os cortes possíveis ainda falta dinheiro para se livrar das dívidas. Se essa for a sua situação, o caminho pode ser a renda extra. Pode ser com um trabalho nas horas que estavam livres, bicos nos finais de semana ou mesmo com vendas.

Você pode se desfazer de itens que não usa mais ou criar produtos, bolos, doces, artesanatos, e vender para amigos, vizinhos ou mesmo na internet. Descubra alguma atividade que você sabe exercer bem e comece a empreender.

7 – Negocie suas dívidas

Com o orçamento em ordem e com as economias de corte de gastos ou renda extra, está na hora de procurar os seus credores. Com dinheiro na mão é mais fácil negociar e conseguir desconto.

8 – Priorize as dívidas com maior juros

Se você tem mais de uma dívida, o primeiro passo é descobrir qual você deve pagar primeiro. O importante é dar prioridade para as dívidas que têm os maiores juros para não virar uma bola de neve.

9 – Pesquise antes de comprar

Essa é uma dica que serve para todos os consumidores, mas para quem está com dívidas é fundamental! Pesquisar antes de comprar qualquer produto é a garantia de que você vai encontrar o melhor preço e, claro, economizar.

Mesmo se o que pretende adquirir é um empréstimo para quitar uma dívida, é preciso pesquisar.

10 – Cozinhe em casa

Um estudo recente do Guiabolso mostrou que gastos com aplicativos de entrega de comida consomem mais de 8% da renda do consumidor. 

Se você também tem dificuldade de controlar esse tipo de gasto, cozinhar em vez de pedir refeições por aplicativo pode ser a solução. Para tornar a adoção do novo hábito mais fácil, pense que o valor economizado poderá ser utilizado para concretizar um sonho ou garantir uma reserva de emergência.

11 – Cuidado com os parcelamentos

Parcelar é uma facilidade, pois permite a aquisição de produtos de alto valor que, se fossem comprados à vista, consumiriam boa parte do orçamento mensal. Mas as parcelas a perder de vista também podem ser negativas na sua tentativa de quitar dívidas. 

Busque parcelar apenas o que for essencial, como itens de maior valor, e tentar pagar os custos menores à vista ou em parcelas mais curtas.

12 – Faça uma autoavaliação

Por fim, a última dica é propor uma reflexão. Pare e pense no que aconteceu para você ficar nessa situação. Isso é importante para você evitar a inadimplência no futuro e saber sair do problema o quanto antes.

Seguindo todos esses passos, você se livra das dívidas de uma vez por todas. Além de ficar com o nome limpo, ainda vai conseguir ter acesso a crédito para realizar os seus sonhos.

Vale a pena renegociar as dívidas? 

Renegociar dívidas é, sem dúvida, um dos principais caminhos para conquistar a tão sonhada saúde financeira. A renegociação pode ser feita diretamente com o credor, seja em feirões para limpar o nome sujo, ou por meio do refinanciamento de dívida – e portabilidade de uma instituição para outra. 

Comece procurando canais oficiais do agente financeiro em que o crédito foi contratado – até para evitar cair em fraudes. Um ponto positivo é que, na maioria dos casos, é possível fazer a solicitação de renegociação de forma totalmente online, além de realizar as simulações das novas condições de empréstimo.

Antes de renegociar, no entanto, é importante tentar entender o cenário em que está inserido e qual será a melhor maneira de fazer isso. Isso porque o não pagamento da dívida renegociada com o credor pode ser ainda pior para você. Fique atento. 

O que fazer para não entrar em novas dívidas?

Atenção para não fazer novas dívidas:

  • Fuja do crédito fácil: ele pode vir com taxas maiores e abusivas.
  • Atualize sua planilha financeira sempre que houver movimentação, seja entrada ou saída.
  • Corte excessos para equilibrar receita e débitos.
  • Não faça dívidas com 13º, rescisão ou outra renda extra.
  • Mesmo enquanto paga suas dívidas, reserve pelo menos 5% do seu dinheiro para imprevistos.
  • Antes de adquirir um novo produto, pesquise e junte o dinheiro para comprar à vista, pois assim você consegue ter mais poder de compra.

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário.

Outros artigos

Moda plus size evangélica 2012

09/03/2012

Moda plus size evangélica 2012

A moda evangélica tem atraído a atenção de estilistas e lojas que se esforçam para oferecer ao público feminino opções de vestuário discreto e ao mesmo tempo elegant...

Trabalhe Conosco Polishop

17/03/2011

Trabalhe Conosco Polishop

Polishop é uma empresa em que disponibiliza há anos os seus serviços no mercado e também oferece recursos bem úteis para que nós possamos fazer as nossas aquisiç...