Como revender joias: saiba mais

Como revender joias: saiba mais

A revenda de joias pode ser uma ótima opção de investimento. Os brasileiros ainda estão descobrindo este novo negócio, mas aos poucos já conseguem…

Por Isabella Moretti em 30/08/2013

A revenda de joias pode ser uma ótima opção de investimento. Os brasileiros ainda estão descobrindo este novo negócio, mas aos poucos já conseguem lucrar com a comercialização de diversos acessórios valiosos, como colares, brincos, pulseiras e anéis.

A revenda de joias pode ser um negócio bem lucrativo. (Foto:Divulgação)

O mercado brasileiro de joias

Antes de investir na revenda de joias, o empreendedor precisa conhecer o seu mercado, ou seja, as preferências dos consumidores. No Brasil, as peças mais vendidas são as em ouro 18 quilates, ou seja, 75% do metal e o restante formado por outros componentes. De olho no preço, o brasileiro prefere comprar uma peça ‘quase’ totalmente ouro e deixa de lado os 24 quilates (forma pura do metal).

As pedras valiosas mais cobiçadas do mercado brasileiro são: rubi, esmeralda, safira e turmalina paraíba. A procura por peças de prata também cresceu nos últimos anos, principalmente depois que o material começou a ser combinado a outros metais para fazer joias mais em conta.

Dicas para revender joias

Aprofunde os conhecimentos
É importante obter o máximo de informações sobre uma determinada joia para não ser enganado e perder dinheiro. Características como cor, pureza e tamanho precisam ser avaliadas, tal como eventuais defeitos e atualidade da peça.

O leilão é uma forma de comprar joias mais baratas para revender. (Foto:Divulgação)

Aposte nos leilões
Muitas pessoas acabam penhorando suas joias quando não conseguem pagar uma dívida. Se a pendência financeira ultrapassa 60 dias, a Caixa coloca as peças em leilões. Dos objetos ofertados nas assembleias, cerca de 90% são vendidos.

A Caixa disponibilizou no dia 17 de agosto um catálogo para o leilão de joias. Nele, é possível encontrar diferentes peças e preços. Alguns itens são tão valiosos que estabelecem valor mínimo acima de 15 mil reais.

No leilão é possível encontrar joias mais baratas para revenda. Qualquer pessoa física ou jurídica com mais de 18 anos pode participar e dar lances, desde que apresente os documentos exigidos pela Caixa Econômica Federal.

Derreta joias
O empreendedor pode comprar joias de ouro, como é o caso das alianças de casamento, para depois revendê-las às joalheiras. O joalheiro vai derreter a peça e pagará de acordo com o peso e composição do metal.

Quanto mais pura a pedra preciosa, mais valiosa ela é. (Foto:Divulgação)

Aposte em joias de qualidade
Quando se compra joias de qualidade, dificilmente elas perdem valor no mercado. Se uma peça possui certificado internacional de qualidade e atende aos requisitos de pureza, ela garante bons lucros ao seu revendedor.

Aproveite a oscilação do dólar
Quando o câmbio está em alta, representa uma ótima oportunidade para vender joias em dólares.

Top