Como reconhecer os sinais da depressão

De acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 350 milhões de pessoas em todo o planeta sofrem de depressão,…

De acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 350 milhões de pessoas em todo o planeta sofrem de depressão, doença difícil de ser diagnosticada e que muitas vezes é confundida com outros problemas. Como reconhecer os sinais da depressão é o que você vai aprender nesta matéria.

A depressão atinge mais de 350 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo a OMS (Foto: Divulgação)

As causas exatas da depressão ainda não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que ela pode surgir através de alterações químicas no cérebro, além de ter como ponto de partida uma série de situações que podem acontecer com qualquer pessoa.

Entre essas situações que podem levar à depressão estão a perda de um ente querido, o desemprego e problemas conjugais e financeiros. Quando elas ocorrem, pode haver alterações em estruturas cerebrais sensíveis a hormônios relacionados ao stress, resultando em um desequilíbrio no cérebro e desencadeando os sintomas depressivos.

Famosos que tiveram depressão

Dicas para sair da depressão sem remédios

Como reconhecer os sinais da depressão

A alteração no humor é um dos principais sintomas da depressão (Foto: Divulgação)

Se você quer saber como reconhecer os sinais da depressão, fique atento a situações como:

– Alteração do humor, fazendo com que a pessoa passe a enxergar a si mesma e ao mundo de forma negativa;

– Pensamentos ruins, especialmente sobre morte e suicídio, que teimam em surgir a todo o momento e você não consegue se livrar deles;

– Perda ou ganho de peso, principalmente em excesso, ocasionados por mudanças no apetite;

– Desinteresse por coisas prazerosas, como atividades físicas, sair com amigos e até mesmo o sexo, que anteriormente ofereciam uma ótima sensação de bem-estar;

Continuar Lendo  Como a depressão afeta a saúde

– Problemas relacionados ao sono, como insônia ou sonolência excessiva;

– Dificuldade de concentração, atrapalhando o seu trabalho, os estudos e a resolução de outras tarefas;

– Cansaço frequente, mesmo sem estar realizando exercícios físicos ou grandes esforços;

– Sentimentos de medo, insegurança, desespero, vazio, apatia e falta de motivação;

– Dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos.

Como é feito o diagnóstico

As pessoas deprimidas também perdem a vontade de fazer coisas que antes lhes davam muito prazer (Foto: Divulgação)

De maneira geral, os critérios usados pela OMS para diagnosticar uma pessoa como depressiva determinam que ela deve apresentar ao menos cinco sintomas da doença, entre os quais o humor deprimido e a perda de interesse em coisas prazerosas, sendo esses dois com presença obrigatória.

Além disso, é necessário que o conjunto de sintomas da depressão seja apresentado pelo paciente na maior parte do dia, todos os dias e durante pelo menos duas semanas. De qualquer forma, a melhor maneira de saber se você está ou não deprimido é procurar um médico, que indicará o melhor tratamento, caso a doença seja diagnosticada.

Top