Como preparar chás: maceração, infusão e decocção

O consumo de chás é um hábito extremamente antigo. Além da finalidade do puro prazer em tomá-los, os chás também são usados para fins…

O consumo de chás é um hábito extremamente antigo. Além da finalidade do puro prazer em tomá-los, os chás também são usados para fins terapêuticos. Portanto, ao prepará-los, o ideal é fazê-lo da forma correta, para que todas as propriedades das plantas sejam devidamente liberadas e aproveitadas pelo organismo. Você sabe como preparar chás? Saiba quais são as diferenças entre maceração, infusão e decocção.

O preparo correto dos chás permite melhor aproveitamento das propriedades das plantas e ervas (Foto: Divulgação)

Preparar chás por maceração

Em geral, a maceração é usada para fins terapêuticos, culinários ou cosméticos. As plantas passam por um processo de corte e maceração para, depois, ficarem armazenadas em recipientes, contendo líquidos específicos de conservação. No caso do uso de água, o consumo deverá ser breve.

Para conservar as ervas, são usados álcool de cereais, água, óleo, vinho ou vinagre. Tudo depende do que se quer. O vinagre, por exemplo, não é indicado na maceração para uso terapêutico ou cosmético. Já para fins culinários, indicam-se óleo, vinagre ou vinho, na maceração.

Para preparar ervas com maceração, você pode usar qualquer parte delas. Basta picá-las bem e amassá-las, usando um pilão, antes de mergulhá-las no líquido escolhido.

As partes mais macias das plantas devem ficar em maceração durante 12 horas (sementes, flores ou folhas). Talos, raízes e cascas macias devem ficar durante 18 horas. Já as partes grossas e duras devem permanecer em maceração durante um dia inteiro. Finalmente, antes de usar a mistura, é indicado coá-la bem (em tecido), espremendo muito e usar a líquido, sem resíduos.

Maceração de ervas, frutas, flores e plantas (Foto: Divulgação)

Preparar chás por infusão

Esta é a forma mais comum do preparo de chás. Pode ser usada em flores, folhas e frutos. Basta picar a planta e reservá-la. Coloque água na chaleira e leve ao fogo. Assim que a água começar a ferver, jogue nela a planta e tampe. Espere ferver por alguns segundos (10 ou 15), apague o fogo e mantenha o chá em descanso, durante 10 ou 15 minutos. Após, basta coar o chá e tomá-lo.

Leia Também:  Roteiro de viagem para Buenos Aires - Páscoa 2016

Preparar chás por decocção

O preparo de chás por decocção é mais comum quando se usam caules, frutos secos, cascas, raízes e sementes. Seu processo é semelhante ao da infusão; porém, as plantas (que devem estar picadas) devem ser colocadas em água fria, na chaleira. Em seguida, esta água deverá ser levada ao fogo e as plantas já estarão lá, quando levantar fervura. Outra diferença é que o tempo de fervura será muito maior: 5 a 10 minutos. Somente depois é que o fogo deverá ser desligado. O chá, neste caso, deverá ser tomado ainda quente.

O chá de gengibre (que é uma raiz) pode ser preparado por decocção (Foto: Divulgação)

Outras dicas para o preparo de chás

Não use qualquer tipo de água para preparar chás corretamente. É indicado usar água filtrada ou mineral, pois elas contêm menos substâncias químicas.

O material da chaleira também é importante. Chaleiras de barro, cerâmica, vidro, pedra ou esmaltadas são as ideais. Já os recipientes de bronze, alumínio, estanho ou ferro podem liberar substâncias que alteram as propriedades das plantas e ervas.

Finalmente, procure lavar bem as ervas e plantas, antes do preparo do chá. Lave-as e esterilize-as, antes do preparo. Se possível, seque-as, também.

Top