Como pagar contas durante greve dos bancários: dicas

A greve nacional dos bancários, que teve início na última terça-feira (18), tem como objetivo conquistar reajuste de 10,25% nos salários, isto é, um…

Por Isabella Moretti em 20/09/2012

A greve nacional dos bancários, que teve início na última terça-feira (18), tem como objetivo conquistar reajuste de 10,25% nos salários, isto é, um aumento real de 5% na remuneração. A paralisação, que está sendo realizada pelo décimo ano consecutivo, sustenta a proposta de negociação dos sindicatos. Se a greve acontecer como as anteriores, os bancários permanecerão sem trabalhar por duas ou três semanas.

Bancários reivindicam reajuste de salário na greve. (Foto:Divulgação)

Paralisação dos bancos brasileiros

Com o início das greves dos bancos, muitas pessoas estão sem saber ao certo como pagar as contas. No primeiro dia de manifestação, mais de 5 mil agências e centros administrativos fecharam. Embora os bancários não estejam trabalhando, os serviços continuam válidos nos caixas eletrônicos e pela internet.

Os bancos estão paralisados, mas os clientes devem cumprir com o pagamento das contas. De acordo com o Procon, nenhum cidadão está dispensado de pagar faturas, boletos e qualquer outro tipo de cobrança por causa da greve. As agências permanecerão fechadas nos próximos dias, mas existem outros canais para quitar as dívidas deste mês. A entidade alerta ainda que o consumidor deve agir com antecedência para que não haja incidência de multas.

Saiba mais: Como pagar boletos pela internet

Como pagar contas com a greve dos bancos?

São poucas as pessoas que dependem das agências para pagar contas, afinal, há alternativas mais práticas e acessíveis para quitar as pendências.

Veja a seguir as formas de realizar operações bancárias durante o período de paralisação dos bancos brasileiros:

O caixa eletrônico é o canal mais usado para pagar conta, mas não vai contar com a assistência dos funcionários do banco. (Foto:Divulgação)

Caixa Eletrônico
Embora o Internet Banking esteja em ascensão, a maioria das pessoas ainda usa o caixa eletrônico para pagar boletos e faturas. Este canal possui leitor de código de barra e se diferencia da web porque permite realizar saques em dinheiro.

Correspondentes não bancários
As contas de serviços públicos, como luz, água e telefone, podem ser pagas nos correspondentes não bancários, como as casas lotéricas, agências dos correios e redes de supermercados. Entretanto, é importante que o consumidor peça o comprovante para evitar transtornos.

Telefone Fixo
Cada banco normalmente mantém uma central de atendimento por telefone para esclarecer dúvidas e receber o pagamento de contas. Os clientes que recorrem a este serviço devem anotar o protocolo para comprovar a operação.

O internet banking é um ótimo canal para pagar contas. (Foto:Divulgação)

Internet
Todos os bancos brasileiros já contam com o Internet Banking, um espaço online que permite consultar saldo e extrato, fazer transferência e pagar contas. Normalmente as ferramentas são fáceis de acessar e em poucos cliques o cliente consegue efetuar o pagamento da sua compra, gerando um comprovante.

Muitas pessoas sentem receio de usar a internet como um canal para o pagamento das contas, mas o sistema é bastante confiável se o usuário tomar os devidos cuidados. Para acessar o Internet Banking, é importante estar com o antivírus atualizado e evitar abrir emails desconhecidos. O uso de computadores públicos para pagar contas também é desaconselhável.

Celular
O mobile banking, acesso à conta bancária através do celular, também é um canal interessante para pagar contas durante o período da greve. O recurso oferecido pelos principais bancos brasileiros é prático e garante mobilidade para efetuar as operações.

Veja também: Internet Banking é o 2º canal preferido dos brasileiros em operações bancárias

Top