Como organizar um casamento sem dívidas

Grande parte das mulheres sonham em se casar, até mesmo aquelas que não assumem esse desejo tão abertamente tem pretensões de um dia subir…

Para começar bem um casamento é necessário ter o mínimo de dívidas (Foto: Divulgação)

Grande parte das mulheres sonham em se casar, até mesmo aquelas que não assumem esse desejo tão abertamente tem pretensões de um dia subir ao altar, ou ao menos oficializar a união diante da lei. Mas para um casamento começar muito bem é necessário não começar a vida a dois com dívidas. Para isso, o planejamento é fundamental, por isso, se puder, não case às pressas, pois decisões que são tomadas no calor da emoção tendem   a trazer consequências desastrosas.

Para que o seu planejamento seja um sucesso, anote tudo. Comece com a lista de convidados. Se o orçamento estiver apertado priorize as pessoas mais próximas a você. Corte da lista conhecidos, pessoas com quem teve um breve contato, ou que perdeu contato há muito tempo. Com isso, irá precisar de menos espaço para a festa, menos comida será necessária, entre outros fatores nos quais será possível economizar. Depois de saber quantas pessoas aproximadamente irão à cerimônia e na festa, comece a cotar. Ligue para os fornecedores. Anote todos os preços e os benefícios, assim como a condição de pagamento de cada um. Opte pelo que tiver o melhor custo-benefício.

Inclua na lista de convidados somente os mais íntimos (Foto: DIvulgação)

Algumas coisas não precisam ter custos elevados, como por exemplo, as lembrancinhas e os convites. Use a criatividade para fazer os convites. Crie você mesmo a arte, escolha a fonte das letras e busque imprimir em um papel acessível, porém com boa textura. Escolha uma gráfica rápida, pois o serviço é mais barato, e algumas vezes, rápido. Se você não tiver muita afinidade com computadores, peça para um amigo te ajudar, ou busque uma mão de obra barata.

Começar um casamento sem contas para pagar é muito importante (Foto: Divulgação)

No caso das lembrancinhas são inúmeras as possibilidades. Lembre-se que esse item é somente para que os convidados sintam-se queridos e tenham uma lembrança da união e da importância daquele dia. Por isso, você pode buscar algo alternativo, como por exemplo, bonequinhos de cerâmica, ou algo artesanal que pode ser feito por você mesmo. O importante é o produto final ser reflexo da personalidade do casal.

Leia Também:  Tabela IR 2013

É importante não entrar em dívidas exorbitantes por causa do casamento. Seja racional e não se deixe levar pela emoção do matrimônio. Não faça nada além das suas possibilidades. Outro ponto a ser reforçado é com relação ao parcelamento da dívida. Não faça os pagamento a longo prazo, e de preferência, pague tudo até o dia da cerimônia, para começar a vida a dois sem preocupações em excesso.

Top