Como incluir trabalho voluntário no currículo

Como incluir trabalho voluntário no currículo

As pessoas vivem buscando formas de enriquecer o currículo com cursos e experiências profissionais. No entanto, as empresas também estão de olho nas atividades…

Por Isabella Moretti em 02/07/2013

As pessoas vivem buscando formas de enriquecer o currículo com cursos e experiências profissionais. No entanto, as empresas também estão de olho nas atividades complementares que fazem toda a diferença no perfil, como é o caso do trabalho voluntário.

O trabalho voluntário pode representar um diferencial no currículo. (Foto:Divulgação)

A importância do trabalho voluntário

O trabalho voluntário consiste em uma ação, de livre e espontânea vontade, que procura ajudar pessoas carentes ou a natureza. Os voluntários desenvolvem ações comunitárias sem fins lucrativos, pensando sempre no bem do próximo.

Além de contribuir com o crescimento pessoal, o trabalho voluntário também possui impacto positivo no currículo. A ação mostra que o indivíduo se compromete com o exercício da cidadania e já contribuiu de alguma forma com o desenvolvimento da sociedade. Se a empresa busca um posicionamento social e responsável, com certeza ela vai valorizar as pessoas que participaram de trabalhos voluntários na hora de contratar.

O voluntarismo tem se transformado em alvo das empresas que investem em intercâmbio social. Já é possível encontrar à venda pacotes que permitem ajudar crianças pobres da América do Sul e até mesmo alimentar animais selvagens na África. O trabalho gera satisfação pessoal e também enriquecesse a bagagem cultural dos intercambistas.

Trabalho voluntário no currículo: como incluir?

O trabalho voluntário precisa combinar com o perfil da empresa. (Foto:Divulgação)

Confira a seguir dicas para abordar o trabalho voluntário no currículo:

• O trabalho voluntário realizado por uma pessoa só deve ser incluído no currículo se tiver alguma ligação com os objetivos profissionais. A experiência pode ser interessante principalmente para as empresas engajadas em projetos sociais;

• O profissional recém-formado, que está iniciando no mercado de trabalho, pode incluir o voluntariado como um diferencial do currículo;

• Na entrevista de emprego, é interessante abordar a experiência do trabalho voluntário e o que agregou para a carreira;

• Antes de mencionar o trabalho voluntário no currículo, é fundamental conhecer a cultura de cada empresa. Se o possível empregador não trabalha com estas questões de voluntarismo, não vale à pena abordá-las;

• O trabalho voluntário pode ser usado para avaliar a personalidade do indivíduo no processo de seleção;

O trabalho voluntário deve estar presente na área de atividades extra. (Foto:Divulgação)

• Na hora de colocar o trabalho voluntário no currículo, é importante incluí-lo na área reservada para Atividades Extras, juntamente com os cursos extracurriculares;

• O trabalho voluntário só pode ser mencionado se houver como comprová-lo;

• Quem se interessou em fazer trabalho voluntário para melhorar o currículo deve procurar o Instituto Faça Parte, uma entidade que visa o fortalecimento do voluntarismo.

Top