Como Importar Carro Importado

Todos sabemos que os produtos e equipamentos de outro país não são para qualquer um, o que dirá trazer para o Brasil um carro…

Todos sabemos que os produtos e equipamentos de outro país não são para qualquer um, o que dirá trazer para o Brasil um carro importado, não é tarefa simples, e exige paciência para preparar toda documentação, e dinheiro, pois são cobradas inúmeras taxas, isso sem contar os impostos, entretanto se é desejo do consumidor importar um carro de outro país, confira como funciona importação de carros nessa matéria.

Antes de começar os procedimentos, o comprador deve ter certeza que está fazendo negócio com empresas confiáveis, após isso o comprador deve se licenciar no Sistema Integrado de Comércio Exterior (SISCOMEX) da Receita Federal onde ocorrerá por várias etapas de dados cadastrais. O pedido de licença acontece devido ao fato da importação ser um procedimento que é analisado pelo Departamento do Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo. Uma das funções do cadastro é verificar se o comprador tem renda compatível com o valor do veículo. Se tudo correr dentro dos conformes, ao passar de alguns dias, o comprador receberá uma senha no Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros.

Com o documento em mãos, o comprador deve localizar o veículo. Para importar qualquer automóvel há uma regra, eles devem ser 0 km ou ter mais de 30 anos de uso. Para facilitar o procedimento de importação do veículo, encontre uma pessoa do país de onde o carro virá para garantir que o bem será enviado.

Após a escolha do modelo, a loja intermediadora da negociação deverá emitir o Pró-forma invoice, este documento tem o registro de informações valiosas, como dados do vendedor, do comprador, previsão de embarque do bem, características do veículo, preço, e etc. Com a Pró-forma em mãos, o comprador deve procurar o IBAMA para solicitar mais uma licença, a de Uso da Configuração do Veículo Automotor (LCVM). Nesse documento é preciso declarar que o veículo que será importado está dentro dos limites de emissões e ruídos.

Leia Também:  Fotos de Rodas Esportivas Para Carros

Em posse da LCVM, o importador deve comparecer ao Denatran e solicitar o Certificado de Adequação à Legislação Nacional de Trânsito (CAT) que tem função de comprovar que o veículo está de dentro das leis do país. Após isso é necessário voltar ao SISCOMEX e solicitar a Licença de Importação. Somente com ele, o comprador poderá importar o carro.

Faça o pagamento em uma agência bancária autorizada e é só esperar o veículo chegar ao Brasil. Assim que o veículo chegar, junto com ele irá vir à cobrança de impostos. O importador deve ir até a Receita Federal com toda a documentação, e é onde o bolso do comprador irá sentir, e muito, pois serão cobradas inúmeras taxas (Imposto de Importação, PIS e COFINS são só alguns que aumentarão o preço final do carro). Em determinados casos, o gasto pode chegar à média de 80% do valor do automóvel apenas nessa etapa. Com todas as cobranças pagas basta ir a alfândega, retirar o carro e já ir se preparando para pagar emplacamento, licenciamento, IPVA e manutenção do veículo.

A importação de automóveis também pode ser feita de outra maneira. O comprador deve procurar empresas importadoras, ou especializadas neste tipo de transação. Essas empresas geralmente possuem carro a pronta entrega, e isto reduz o custo dos tramites.

Agora que você já sabe como importar carro importado, reserve muito tempo, e principalmente dinheiro, pois não é tarefa tão simples assim, nem para a paciência, e muito menos para o bolso.

Top