Como identificar uma dieta perigosa?

Perder peso, de preferência de forma bem rápida, é o que todos querem. Bastam alguns poucos quilinhos a mais para que se entre em…

Perder peso, de preferência de forma bem rápida, é o que todos querem. Bastam alguns poucos quilinhos a mais para que se entre em desespero, querendo eliminá-los, o quanto antes possível. Mas pode-se dizer que todas as pessoas têm consciência de que o emagrecimento não é nada fácil. Todos sabem que uma alimentação inadequada pode gerar diversos males ao corpo. A perda de peso requer disciplina, orientação médica e paciência. Mesmo assim, receitas milagrosas, que prometem eliminar vários quilos em apenas alguns dias, de forma “saudável”, chegam a nós, de diversas maneiras. Revistas, indicações de amigos, internet…é fácil conseguir a solução para a perda de peso. Entretanto, muitos regimes já bastante divulgados podem ser extremamente prejudiciais ao organismo. Mas como identificar uma dieta perigosa?

Muitas pessoas recorrem a dietas malucas, sem ao menos precisar (Foto: Divulgação)

Perda de peso em pouco tempo

Esse é o primeiro ponto a ser identificado, numa dieta potencialmente perigosa. Qualquer tipo de indicação que prometa a perda rápida de peso deve ser vista com desconfiança. O organismo necessita de inúmeros nutrientes para que se mantenha saudável. Tais substâncias são conseguidas por meio da combinação entre vários alimentos. Você pode até matar a sua fome, comendo chuchu durante uma semana e, com isso, consumir menos calorias e emagrecer. Porém, restringir a alimentação a apenas alguns alimentos faz com que o corpo fique carente de nutrientes que estão em outras fontes. Isso é básico para o entendimento. As dietas perigosas, geralmente, indicam um período de alimentação longo, com pouquíssima variação no cardápio. Além disso, cada organismo funciona de uma forma própria. Sua amiga pode ter emagrecido, mas isso não significa que o mesmo irá acontecer com você. Por isso, muitas pessoas prolongam o tempo da dieta, correndo ainda mais riscos. O pior de tudo é que, quando voltam a se alimentar como antes, as pessoas quase sempre recuperam todos os quilos perdidos ou até um pouco mais. 

Existem várias dietas famosas, mas que são perigosas (Foto: Divulgação)

Fontes não confiáveis

Qualquer tipo de dieta necessita de endosso médico e científico. Isso significa que os meios de comunicação em massa podem ser um perigo para quem está carente da perda de peso. É tentador pegar uma revista ou ler um artigo na internet e seguir a dieta do limão, do vinagre, da sopa ou até mesmo outros regimes que oferecem variação de cardápio. Mas como saber a veracidade destas informações?

Os nutrientes são retirados de fontes variadas, sempre (Foto: Divulgação)

Desconfie, sempre. Quem deseja perder peso deve procurar um nutricionista, fazer exames e, com ele, montar um plano de alimentação, que deve ser encarado como uma mudança de vida e que surtirá resultados a longo prazo. O cardápio deve ser variado, de acordo com as necessidades de cada pessoa, além de ser combinado com exercícios físicos. É imprescindível que se passe por um processo de reeducação alimentar, para que se perca peso com saúde e, o que é melhor, sem passar vontades.

Leia Também:  Como perder barriga

Conheça os sintomas da carência de nutrientes: Falta de nutrientes no organismo: quais são os sinais

Veja algumas dietas famosas, mas que não fazem nada bem: Dietas ruins que estão na moda

Top