Como funciona o microsseguro

O microsseguro, que há anos é estudado e discutido no ambiente segurador nacional, tanto pelas autoridades governamentais, quanto pelas iniciativas privadas, pode ser implantado.…

O microsseguro auxilia no aumento da renda (Foto: Divulgação)

O microsseguro, que há anos é estudado e discutido no ambiente segurador nacional, tanto pelas autoridades governamentais, quanto pelas iniciativas privadas, pode ser implantado. Ele poderá significar um meio de ajudar a erradicar os níveis mais baixos de pobreza no país. O programa deve assumir características de macroproteção social, que eleva o poder de aquisição e melhora a qualidade de vida das pessoas com menor renda, além de permitir um crescimento econômico do país.

Para alguns especialistas, o ponto positivo do microsseguro são as medidas que beneficiam o crescimento econômico e o desenvolvimento dos cidadãos. Esses serviços encontram-se no limite entre os serviços financeiros e a proteção social, agregando ações dos dois lados. Por isso, o microsseguro faz parte da estratégia dos governos de muitos países no mundo, que pretendem diminuir a pobreza, ao permitir que os sistemas financeiros sejam mais inclusivos, ou seja, a população de baixa renda possui maior facilidade em abrir contas de banco, por exemplo.

Vários países no mundo adotaram o microsseguro (Foto: Divulgação)

Um pouco da história do microsseguro

O termo microsseguro foi utilizado pela primeira vez nos círculos acadêmicos no começo de 1990 e em meados da década de 90, na OIT (Organização Internacional do Trabalho) e na UNCTAD (United Nations Committee of Trade and Development). O primeiro banco de microcrédito, o Grameen Bank, foi idealizado por Muhammad Yunus, economista que recebeu o Nobel da Paz, em 2006.

Em novembro, o Brasil alterou a lei que regulamenta o microsseguro (Foto: Divulgação)

A partir de 1976, quando houveram constatação sobre as dificuldades de trabalhadores rurais da pobre aldeia de Jobra, em Bangladesh, com relação a ter empréstimos junto aos Bancos, Yunus  teve a ideia de criar recurso do microcrédito. No Brasil, no dia 29 de novembro, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), órgão que regula o mercado de seguros, aprovou a nova regulamentação para o microsseguro.

Leia Também:  Cupom De Desconto Magazine Luiza 2011

O microsseguro veio para o país recentemente, mas está adquirindo adeptos todos os dias, pois oferece vantagens para praticamente todas as camadas da população, mesmo que indiretamente. Por isso, o Governo Federal adotou medidas que seguem essa filosofia para auxiliara população Brasileira. Para mais informações sobre o assunto acesse o site http://www.microsseguro.com.br/.

Top