Como fazer uma horta medicinal caseira

À procura de ideias para criar um canto verde na sua residência? Então aposte numa horta medicinal. A proposta funciona em casas e apartamentos,…

Por Isabella Moretti em 18/01/2012

Cultive ervas medicinais na casa ou apartamento.

À procura de ideias para criar um canto verde na sua residência? Então aposte numa horta medicinal. A proposta funciona em casas e apartamentos, ocupando um determinado espaço com o cultivo de ervas. Além de contribuir com a decoração, a horta também vai afastar as vibrações ruins e permitir o preparo de remédios caseiros.

A horta medicinal caseira deve ser montada com elementos que tragam benefícios a saúde. Desta forma, se o morador está com algum tipo de mal-estar, ele pode colher determinada erva para preparar um chá que melhore o seu estado.

Com uma variedade de ervas que beneficiam a saúde, a horta assume um caráter terapêutico. Ela vai ocupar um canto da casa para trazer várias vantagens com o cultivo de ervas, principalmente no combate de contaminações perigosas.

O paisagismo vai tirar proveito da horta medicinal, aproveitando o efeito decorativo do elemento verde. A questão da energia também acaba sendo otimizada, afinal, determinadas ervas são capazes de afastar olho gordo ou mesmo favorecer a prosperidade.

Com a horta medicinal caseira é possível preparar chás terapêuticos.

Aprenda a montar a horta medicinal

1. Primeiramente considere o lugar onde as ervas medicinais serão cultivadas. No quintal, é possível construir estruturas maiores de madeira para montar a horta. Já no apartamento, recomenda-se um recipiente mais compacto, como é o caso da jardineira de plástico.

2. Defina as espécies de ervas que irão fazer parte da horta, lembrando que a mistura de qualidades diferentes é possível e recomendada. O manjericão é um componente que auxilia na digestão e combate os insetos dentro de casa. A arruda funciona como calmante e costuma ser usada para curar feridas ou repelir piolhos.

Outras ervas medicinais podem marcar presença na horta, como é o caso da Trançagem, que ajuda no tratamento da gengivite. O cultivo da hortelã se apresenta como uma ótima opção para combater o mau-hálito, enquanto a salsa auxilia a limpeza dos rins. Para melhorar a digestão, aposte no plantio de coentro. A erva-cidreira também não pode faltar na hora, afinal, ela alivia dores de cabeça e combate insônia.

O manjericão é uma das ervas medicinais que pode ser cultivada.

3. Preocupe-se sempre com a nutrição do solo ao cultivar as ervas medicinais, caso contrário elas estarão vulneráveis às pragas e doenças. Para garantir uma horta saudável, prefira o cultivo com terra natural, rica em húmus.

4. Para que as ervas exibam uma aparência saudável, é fundamental se preocupar com as condições de sobrevivência. Assim, considere os cuidados diários com luminosidade, adubação e irrigação.

5. Os berçários com as ervas devem ficar na sombra, somente depois de um tempo, quando estiverem germinadas, é recomendado expor a luminosidade.

Aproveite as dicas para montar uma horta medicinal e aproveitar as vantagens de cada erva.

Top