Como fazer polimento cristalizado no carro

Na hora deixar o carro bonito, muitos proprietários optam por serviços como enceramento, polimento e cristalização, processos que têm o objetivo de tirar manchas…

Por Andre em 05/05/2014

Na hora deixar o carro bonito, muitos proprietários optam por serviços como enceramento, polimento e cristalização, processos que têm o objetivo de tirar manchas e riscos, proteger e dar brilho, já que cuidar da pintura é uma maneira inteligente de melhorar o visual e garantir um bom preço na troca do veículo.

O polimento cristalizado pode revitalizar o brilho da pintura do carro, quando bem feito (Foto: Divulgação)

Entre eles, um dos mais procurados é o polimento cristalizado (ou cristalização), normalmente indicado para os carros com alguns anos de uso, que envolve o polimento, a aplicação de um desengordurante e a resina, garantindo maior durabilidade à pintura.

Geralmente realizado por profissionais especializados, o procedimento também pode ser feito pelas pessoas que tenham alguma noção sobre esse tipo de serviço. Se é o seu caso e você quer saber como fazer polimento cristalizado no carro, confira as dicas a seguir.

5 dicas para cuidar do motor do carro

Como proteger o carro contra maresias: cuidados

Fazendo polimento cristalizado no carro

Primeiramente, é preciso polir o carro, para depois fazer a cristalização (Foto: Divulgação)

Antes de conferir as dicas para cristalizar o carro, vale lembrar que se você não tem experiência no assunto, é melhor procurar um profissional capacitado para realizar o procedimento.

Tendo isso em mente, comece analisando o estado da pintura e verifique se não há muitas partes sem verniz, queimadas, desniveladas e manchadas, pois o polimento poderá agravar esses danos.

Se valer a pena fazer o serviço, lave o carro com sabão neutro e identifique os riscos que podem ser removidos (os que não são tão profundos). Utilize uma lixa d’água de polimento 1200 para lixá-los e, em seguida, isole as partes de plástico e borracha do carro, usando fita crepe e jornal. Caso queira, cubra também os vidros.

Em seguida, faça o polimento nas áreas lixadas, usando massa de polir nº1 e depois a massa nº2. Posteriormente, faça o polimento no resto do carro, apenas com a massa nº2, trabalhando sempre por partes e verificando o resultado antes de passar para a parte seguinte. Você pode usar politriz ou estopa para o trabalho, lembrando que o carro deve estar sempre na sombra.

Finalizando o processo

Todo o processo deve ser feito com o carro na sombra (Foto: Divulgação)

Para passar à próxima etapa, verifique se há riscos de lixa ou se faltou alguma parte para polir. Conferido isso, desempapele o carro e retire o excesso de massa, se for o caso, especialmente nas entradas das portas.

Agora, faça a cristalização do carro, utilizando uma boa cera cristalizadora, aplicada sempre por partes, lembrando novamente que o automóvel deve estar na sombra. O resultado, que ressalta o brilho do veículo, costuma durar, em média, 90 dias.

Top