Como falar sobre morte para as crianças

O assunto morte é muito difícil de lidar até mesmo para os adultos, quanto mais para as crianças. Apesar do sentimento de perda ser…

O assunto morte é muito difícil de lidar até mesmo para os adultos, quanto mais para as crianças. Apesar do sentimento de perda ser muito complicado de lidar, é essencial que os pais deem muito apoio e sejam sinceros diante dessas situações. Devido a isso, separamos algumas dicas de como falar sobre morte com as crianças.

Saiba como explicar a perda do bebê para as crianças.

Cada criança apresenta uma forma de lidar com a morte. (Foto: divulgação)

Saiba qual a idade exata para falar com as crianças sobre a morte

Especialistas afirmam que não existe uma idade exata para falar sobre morte com as crianças. O importante é que os pais esperem um acontecimento de perda para conversar sobre o assunto com o filho.

Durante a conversa, os pais devem ressaltar três pontos:

  • A universalidade – tudo que é vivo, um dia vai morrer;
  • A irreversabilidade – quando algo morre, não há volta;
  • A funcionabilidade – depois que o ser morre, ele não tem condições de realizar nenhuma atividade, como dormir, comer, pensar, entre outras.

Sempre que houver necessidade, as crianças devem frequentar velórios ou enterros

Em geral, as crianças devem participar dos rituais de passagem, seja um enterro ou um velório. Isso traz benefícios à compreensão dos pequenos em relação à morte. Além disso, é imprescindível que os pais expliquem sobre o acontecido, de modo a colaborar com o desenvolvimento dos sentimentos de perda das crianças.

Leia Também:  Maquiagem para escola: tarde, manhã, noite

A honestidade é essencial

Os pais devem sempre ser honestos com as crianças, evitando contar histórias que possam poupar o sentimento dos pequenos. Além disso, frases como “ele dormiu para sempre”, “descansou” ou “fez uma longa viagem” devem ser evitadas, pois podem confundir a cabeça das crianças.

É ideal os pais deixarem as crianças expressar seus sentimentos. (Foto: divulgação)

Lidando com a perda de uma pessoa próxima

É muito importante que os pais sempre expliquem sobre os diversos assuntos, em especial, quando algum familiar estiver com algum problema de saúde. Assim, os pais devem explicar sobre o acontecimento, inclusive preparar os pequenos que a morte pode ser uma consequência. Por outro lado, se a morte do ente querido for inesperada, é preciso que os pais tenham força e expliquem o acontecido de forma direta e sincera. Após a notícia, os pais devem dar espaço para que as crianças possam tirar todas as dúvidas, assim como tentar confortar os pequenos.

Aprenda a ajudar a criança a lidar com o sentimento de luto

Os pais devem estar dispostos a sempre dar apoio aos pequenos, deixando eles falarem sobre os sentimentos. Os pais devem garantir que a criança esteja sempre acompanhada, evitando que ela fique sozinha. Além disso, os pais ou parentes devem deixar que as crianças participem da conversa de tristeza, sempre que sentirem vontade.

Os pais devem conversar com as crianças sobre a morte, sempre que ocorrer alguma situação de perda. (Foto: divulgação)

Lidar com a morte não é muito fácil, em especial, para as crianças. No entanto, é importante que tanto os pais, quanto os parentes sejam sinceros na hora de conversar sobre o assunto com os pequenos. Após conhecer algumas dicas de como falar sobre morte com as crianças, é ideal estar preparado para dar apoio e carinho.

Leia Também:  Penteados feitos com tranças: fotos

Saiba como explicar a morte do bicho de estimação para  a criança.

Top